Assinado convênio para acesso ao Porto

Acesso ligará a Rodovia Cônego Domenico Rangoni à Av. Santos Dumont

Comentar
Compartilhar
12 NOV 201309h49

O ministro Especial dos Portos, Antonio Henrique Pinheiro Silveira, celebrou ontem, com a prefeita de Guarujá, Maria Antonieta de Brito (PMDB), convênio que permitirá a construção de um novo acesso ligando a Rodovia Cônego Domenico Rangoni (ex-Piaçaguera) e a Avenida Santos Dumont. A ação desafogará o trânsito na Rua do Idalino Pinez (Rua do Adubo).

O objetivo é melhorar o trânsito urbano de Vicente de Carvalho e facilitar o tráfego de veículos pesados em direção ao Porto de Guarujá. No encontro, estava o presidente da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), Renato Barcos.

Pelo convênio, caberá às empresas portuárias, atuando de forma consorciada, executar o projeto e a obra de construção do novo acesso em área das empresas Fassina e Dow Química, que, posteriormente, fará parte da fase 2 da Avenida Perimetral do Porto de Guarujá.

Para a prefeita Antonieta, este é um importante passo para o desenvolvimento de Guarujá e só está se tornando possível graças ao empenho e dedicação de todos os envolvidos com as questões portuárias na Cidade.

A ação desafogará o trânsito na Rua do Idalino Pinez (Rua do Adubo) (Foto:Arquivo/DL)

“A equipe da Prefeitura que faz parte do Gabinete de Gestão de Crise se empenhou em viabilizar este acesso, levando em conta a necessidade da população de Vicente de Carvalho ter mais qualidade de vida. Este convênio com as empresas possibilitará que, após os términos das obras, as filas de caminhões, que tanto prejudicam o trânsito e o acesso à Cidade, sejam minimizadas e a população do Distrito ganhe em qualidade de vida e possa ter garantido seu direito e ir e vir à sede do Município”, disse a chefe do Executivo.

Após a conclusão das obras de construção do novo acesso à Avenida Santos Dumont, que será integralmente custeado pelas empresas que operam no Porto de Guarujá, caberá à Codesp realizar a manutenção da rede de drenagem, pavimentação e sinalização durante o seu funcionamento.

Segundo o secretário de infraestrutura e obras, Duino Verri Fernandes, com a construção e pleno funcionamento do novo acesso, o Município terá de imediato uma redução de 40% no número de veículos que trafegam diariamente na popular Rua do Adubo.

“Este acesso será construído exatamente no mesmo local onde futuramente haverá ligação com a fase 2 da Avenida Perimetral, que entrará em obras em breve e segregará de uma vez por todas o trânsito de veículos pesados do trânsito de veículos urbanos, exatamente como nós planejamos há anos”, afirmou o secretário.