Artigo: Experiências da vida, por Neusa Marinho de Espindola

Comentar
Compartilhar
16 OUT 2017Por Da Reportagem13h39

Eu vivi, em muito pouco tempo, as maiores experiências da minha vida. A experiência de uma gravidez tardia, a dor intensa, que veio com a descoberta de complicações obstétricas graves (Pré-eclâmpsia e Síndrome de Hellp) com 24 semanas de gestação, a experiência de uma UTI e a experiência da indução do parto (interrupção da gravidez). Minha filha SOFIA cumpriu sua missão e partiu! Pude mesmo, sem vida, recebê-la em meus braços, linda, perfeita, um verdadeiro anjo! Minha vida foi salva e só tenho a agradecer.

Na vida, a única coisa que importa realmente é o AMOR, e descobri durante esta minha estada no hospital que sou muito amada, amada pela minha família, amada pelos diversos amigos que fiz ao longo da vida, amigos de escola, amigos de faculdade, amigos de diversos trabalhos, amigos dos amigos, que se tornaram meus amigos e os amigos da longa jornada, enfim, anjos que carrego em meu coração, importantes para a minha vida e que não me abandonaram no momento mais difícil. Recebi muitas visitas, muitas mensagens, telefonemas, orações. Foi uma corrente tão grande, que podia sentir toda aquela energia boa emanando sobre mim. Como sou agraciada por ter cada um deles fazendo parte da minha caminhada!

Meu agradecimento especial vai para pessoas especiais, que não mediram esforços e se revezaram para ficar comigo no hospital durante os 12 dias de internação (05/08/17 a 16/08/17).

Primeiramente, à minha mãe Ilda, as minhas irmãs Débora e Jaqueline, minha prima Iete, minha amiga/irmã Sandra e meu amor Guilherme. A todos vocês, meu mais sincero obrigada! Vocês são o que de melhor tenho nessa vida! Por amor, permaneceram ali, firmes e fortes. Que Deus abençoe e ilumine cada um de vocês!

Aos profissionais do Hospital e Maternidade Casa de Saúde de Santos, a quem eu devo minha vida, e que vou lembrar para o resto dela, muito, muito, muito obrigada! Eu não poderia ter sido encaminhada para outro hospital que não fosse ali. Pude ver e sentir, o que é ser atendida em um hospital com um atendimento HUMANIZADO, profissionais qualificados, capacitados e atentos, precisos no diagnóstico, rapidez na solução do problema, e carinhosos em tudo, em tudo mesmo. Carinho e respeito que recebi dos médicos, enfermeiras, técnicas em enfermagem, equipe de nutrição e copa, e do pessoal da limpeza. Vocês fizeram toda a diferença! Cada profissional que me atendeu teve a sua importância, e não tenho do que reclamar de nenhum de vocês, eu tenho é que agradecer aos céus e a Deus por existir em nossa região, um hospital como esse, onde o mais importante é o paciente, é a VIDA.

Infelizmente, não consigo lembrar-me do nome de todos os profissionais, mas alguns, jamais esquecerei! Primeiramente, o obstetra Dr. Diego Gomes Ferreira, um grande médico que apareceu na minha vida, um profissional competente, que tomou as decisões corretas (internação, UTI e juntamente com a equipe, a decisão de interromper a gravidez), decisões que salvaram a minha vida. Eu lhe desejo do fundo do meu coração, muita saúde, muito sucesso profissional e muita sorte na vida! Que a sua juventude, que a princípio me incomodou um pouco, e que peço desculpas, possa ser o combustível para o seu crescimento profissional. Meu muito obrigada!

Ainda vou ouvir falar muito de você! Virei sua fã! Agradeço também o obstetra Dr. Fábio Morozetti Ramajo, profissional que fez o meu parto, um médico muito humano, carinhoso e atencioso. Foram horas de muita dor, dores que não eram só físicas, mas que foram amenizadas com a calma, paciência e sensibilidade de um profissional tão especial, e que também desejo o melhor nesta vida! Durante o pós-parto, nos seis dias que passei no quarto 134 leito B, pude ser cuidada com muito carinho e atenção por dois anjos, duas técnicas em enfermagem, Sabrina A. Sotelo e Priscila Rathlef S. Nigres. Essas duas profissionais fizeram seu trabalho com muita competência e maestria, mas fizeram muito mais, me encorajaram, me deram carinho e atenção, sempre tinham uma palavra amiga quando percebiam que eu estava triste e até chorosa, me ajudaram a não enlouquecer naquele quarto, pois, muitas vezes, eu tinha a impressão que ia me sufocar, período em que a tristeza me dominava, mas como disse no início, anjos estavam ali. Sou muito agradecida por vocês duas! Que Deus possa na sua infinita bondade, de alguma forma, retribuir tudo que vocês fazem pelos pacientes, mesmo sem conhecê-los. Como fizeram comigo!

Agradeço também ao meu médico/ginecologista, Dr. Octacílio Sant’anna Júnior, obrigada pelo carinho e atenção, pelas visitas ao hospital e pelo acompanhamento do caso, contribuindo na tomada de decisões.

Ao nosso DEUS poderoso vai o meu maior e profundo AGRADECIMENTO, pois em cada momento de tudo o que passei, ele estava presente, ele era o comandante. Sentia sua presença viva em cada oração, em cada louvor, em cada mensagem de fé que recebia. Mas numa certa noite, acho que três dias após o parto, pude sentir que alguém estava ali velando meu sono, e acalmando meu coração. Foi uma sensação única e transformadora! Que alegrou meu coração e acalmou minha alma, me ajudando a aceitar os seus desígnios. Afinal, nosso pai é soberano. Só ele sabe o que é melhor para nossas vidas! Só ele enxerga o todo! Talvez o tempo me dê respostas, mas não pretendo buscá-las, se elas tiverem que vir que venham naturalmente. Quero saúde e paz para continuar vivendo, curtir minha família, curtir meus amigos, fazer novos amigos, aproveitar a vida com meu AMOR... aproveitar a nova vida daqui pra frente.