Após um ano buraco segue sem solução em Cubatão

Enquanto o jogo de empurra continua entre a Sabesp e a Prefeitura, bueiro afunda no Jardim Casqueiro.

Comentar
Compartilhar
18 JAN 201314h35

Não dá para saber exatamente o tempo exato em que um bueiro, em Cubatão, começou a afundar, mas há pelo menos um ano, o problema está sem solução.

A reportagem do Diário do Litoral registrou na tarde da última quarta-feira, dia 16, o buraco da esquina entre a Avenida Brasil e a Rua Espanha, no Jardim Casqueiro. No ano passado, no mesmo período, o mesmo buraco estampou as páginas do jornal. A única diferença é a vegetação em volta do buraco, que está maior com o passar dos meses.

Segundo a Prefeitura de Cubatão, a Sabesp é a responsável pelo reparo do buraco, que realizou intervenções na via pública citada por conta das obras do Programa Onda Limpa. Mesmo assim, garante que uma equipe da Secretaria de Manutenção Urbana e Serviços Públicos irá realizar uma vistoria no local para verificar o problema. Mas não informou a data.

Em 2012 - Os buracos já foram alvos de matérias do Diário do Litoral. (Foto: Matheus Tagé/ DL)

Já a Sabesp, através de nota, esclarece que uma equipe técnica foi encaminhada na tarde de ontem à Avenida Brasil, nas esquinas das ruas Espanha e Portugal, onde não foi identificada nenhuma irregularidade de responsabilidade da companhia.

A Sabesp informa ainda que as obras de implantação de rede coletora de esgoto no Jardim Casqueiro, em Cubatão, foram concluídas há mais de um ano, incluindo as reposições no passeio da referida avenida. “Durante vistoria, foi diagnosticado um abatimento no sistema de drenagem das águas pluviais (chuvas). Desta forma, a companhia entrará em contato com a Administração Municipal, a fim de regularizar a situação”, conclui.

Em 2013 - Quase um ano depois, eles continuam do mesmo jeito. (Foto: Luana Fernandes/ DL)