Após reportagem do DL, aposentado vai ganhar Cartão Sênior

José Silva vinha sendo obrigado todos os dias a lutar para ter um direito constitucional – de ir e vir – facilitado pela empresa de ônibus

Comentar
Compartilhar
25 JAN 2017Por Da Reportagem10h50
Desde o ano passado, o aposentado José Pedreira da Silva vinha lutando pelo direitoFoto: Rodrigo Montaldi/DL

A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) informou ontem que o aposentado por invalidez José Pedreira da Silva, cujo drama foi alvo de reportagem do Diário do Litoral (DL) terá seu direito ao Cartão Sênior, emitido pela Br Mobilidade.

“Entramos em contato com a concessionária que está providenciando a confecção do novo cartão para o passageiro”, disse em nota pela Assessoria de Imprensa, revelando ainda que Silva, que possuía o Cartão de Passageiro Especial, completou 60 anos em 2015 e tem direito ao benefício.

Com essa atitude, a EMTU põe fim ao desgaste psicológico de José Silva, que vinha sendo obrigado todos os dias a lutar para ter um direito constitucional – de ir e vir – facilitado pela empresa de ônibus.

Desde maio do ano passado, ele vinha tentando conseguir renovar sua carteira especial de transporte gratuito e, por isso, só conseguia viajar após discutir com os motoristas.

Silva não possui uma perna e anda auxiliado por duas muletas. Ele já havia tentado renovar a carteira de forma eletrônica e até pessoalmente na Rodoviária de Santos – que possui um boxe da EMTU - mas, até então, não conseguiu adquirir o documento.

O cartão deveria ser renovado automaticamente, sem a necessidade de um pessoas como ele passar por tamanha humilhação.

Ontem, ele estava satisfeito com a novidade. “Agora, estou mais tranquilo, pois meu direito foi restabelecido. Muito obrigado ao Diário”, disse por telefone.    

A EMTU reforça que, a partir dos 60 anos, todos os usuários devem solicitar, em definitivo, o Cartão Sênior, da BR Mobilidade - http://www.brmobilidadebs.com.br/br-card/cartoes.