Após furto, escultura de bronze segue danificada há mais de um ano em Santos

A parte em relevo, que mostrava um casal com filho e bagagens, foi furtada no início de 2020 e não tem previsão de reposição

Comentar
Compartilhar
13 MAI 2021Por Vanessa Pimentel17h32
A Secretaria de Cultura ainda está realizando um estudo para verificar a viabilidade econômica e técnica da reposição da obra.A Secretaria de Cultura ainda está realizando um estudo para verificar a viabilidade econômica e técnica da reposição da obra.Foto: Nair Bueno/Diário do Litoral

O monumento identificado como Os Imigrantes, instalado no jardim da orla da praia de Santos em 2000, defronte à Rua Dona Anália Franco, foi danificado por vândalos no ano passado e segue do mesmo jeito após um ano.

A parte em relevo, feita em bronze para mostrar um casal com filho e bagagens, foi furtada no início de 2020, mas segundo a prefeitura, a Secretaria de Cultura ainda está realizando um estudo para verificar a viabilidade econômica e técnica da reposição da obra.

Atualmente, quem passa por ali vê apenas uma placa vazia com um sombreado do que antes existia ali. 

Considerada de grandes dimensões, com 2,80 metros, ela foi colocada nos jardins da praia durante as festividades dos 500 Anos do Descobrimento, ainda no governo de Beto Mansur. A autora é Lecy Beltran, uma das escultoras brasileiras mais celebradas, tanto no país quanto no exterior. Ela fez a doação à cidade, em razão da representatividade histórica de Santos, como portal da Imigração, atendendo ao pedido da então Secretária de Cultura, Wilma Therezinha. 

 
  • Antes do furto, a escultura tinha uma família de imigrantes feita em bronze