Após forte chuva, deslizamento de terra deixa dez mortos em Salvador

Os acidentes ocorreram em regiões pobres da cidade, as comunidades de Barro Branco, na Avenida San Martin, e do Marotinho, no bairro de Bom Juá

Comentar
Compartilhar
27 ABR 201517h52

Dez pessoas morreram, vítimas de deslizamento de terra, na manhã desta segunda-feira, 27, em consequência de uma forte chuva que atingiu Salvador desde a madrugada até o final da manhã. Os acidentes ocorreram em regiões pobres da cidade, as comunidades de Barro Branco, na Avenida San Martin, e do Marotinho, no bairro de Bom Juá, onde a terra soterrou várias casas. Entre as vítimas está uma criança de 12 anos.

Além das mortes, a chuva provocou estragos por toda a cidade e praticamente inviabilizou o trânsito em algumas partes da capital baiana, que ficaram inundadas. Algumas escolas suspenderam as aulas por causa da chuva.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), em um período de dez horas choveu cerca de 200 milímetros, mais da metade da média histórica no mês de abril é de 309,7 milímetros. A previsão do órgão é de que o tempo deve permanecer nublado com pancadas de chuva.

Em entrevista no final da manhã, o prefeito ACM Neto disse que essa já é considerada uma das chuvas mais fortes dos últimos 20 anos em Salvador.

Neto convocou uma reunião de emergência com os secretários e dirigentes de órgãos para uma avaliação dos impactos das precipitações e adotar as medidas necessárias. Ele garantiu que já existem abrigos disponíveis para as famílias que perderam seus lares. "A prioridade no momento é atender os casos mais graves de deslizamentos, nas comunidades de Marotinho e Barro Branco", disse o prefeito.