X

Cotidiano

Aos 78 anos, morre o jornalista e radialista Gil Gomes

O repórter policial, que tratava do mal de Parkinson desde 2005, passou mal em casa e foi levado ao hospital, mas não resistiu

Folhapress

Publicado em 16/10/2018 às 11:27

Atualizado em 16/10/2018 às 11:29

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Gil Gomes nasceu na Mooca, bairro de imigrantes italianos de São Paulo, em 1940 / Divulgação/SBT

O jornalista e radialista Gil Gomes, famoso pelo tom de suspense ao narrar crimes na televisão, morreu na madrugada desta terça-feira (16), em São Paulo, aos 78 anos.

O repórter policial, que tratava do mal de Parkinson desde 2005, passou mal em casa e foi levado ao hospital, mas não resistiu. A morte foi confirmada pela família.

Gil Gomes nasceu na Mooca, bairro de imigrantes italianos de São Paulo, em 1940. Foi no jornalismo investigativo que ele se tornou um dos grandes nomes do rádio e da televisão.

Dono de uma voz potente, a sua carreira teve inicio na década de 1960 na extinta Rádio Marconi.

Mas, foi na televisão, entre os anos de 1991 e 1997, que ele conquistou o público ao fazer parte da equipe de repórteres do extinto Aqui Agora, programa do SBT.

Gil era casado com Eliana Izzo, sua segunda mulher, com quem teve duas filhas. O jornalista deixa mais 3 filhos do primeiro casamento.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Diário Mais

Por que algumas pessoas fazem o sinal da cruz ao passar por um cemitério?

Gesto tem explicação religiosa

Santos

Ministério Público apela à Justiça contra navios-bomba em Santos

Promotoria entrou com recurso de apelação para reformar a sentença

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter