Antigo Lixão será desativado a partir de segunda-feira

Com essa estrutura, o lixo transportado para Mauá passa a ser colocado em segurança nos caminhões em Itanhaém.

Comentar
Compartilhar
22 DEZ 201216h51

Foi inaugurada na tarde de quinta-feira (20), no Jardim Umuarama, em Itanhaém, a Estação de Transbordo de Resíduos Domiciliares para o lixo que é transportado para o Aterro Sanitário de Mauá. A obra integra uma série de ações do Poder Público Municipal, que inclui a desativação da área da antiga área de transbordo no Parque Vergara, conhecido como Lixão, a partir da próxima segunda-feira (24).

A desativação do Lixão solucionará um grave problema de décadas, provocado pela degradação ambiental e pela situação de risco, em função da presença dos catadores naquela área.

A Estação de Transbordo passa a funcionar na Estrada Gentil Perez, 735, no Jardim Umuarama. O local conta com um galpão onde os veículos coletores irão despejar o lixo diretamente para as caçambas dos caminhões que realizam o transporte para Mauá.

Dessa forma, não haverá mais despejo de resíduos no chão em nenhum momento durante o transbordo. Além disso, todo o galpão foi vedado com uma manta para evitar contaminação do solo pelo chorume (líquido originário da decomposição do lixo).

O secretário municipal de Serviços Públicos, Vinícius Camba, informou que a área do antigo lixão foi desativada. A limpeza completa da área será concluída nos próximos dias. “Nós instalaremos um portão na entrada do Lixão. Em uma outra etapa, será providenciado o cercamento de todo o local, isolando a área de forma efetiva”.

Em paralelo, a Secretaria Municipal de Planejamento e Meio Ambiente elabora um estudo para a compensação ambiental dos impactos provocados pelo antigo lixão. O projeto do Executivo tem previsão inicial de nove meses para ser elaborado.

O prefeito João Carlos Forssell disse que a desativação do Lixão e a inauguração da Estação de Transbordo representam um novo tempo para o serviço de coleta. “Fico satisfeito de poder ter concluído a desativação do Lixão, que produziu muitos impactos negativos ao longo dos anos. Agora a Cidade vivenciará uma nova realidade”.

Com a nova estrutura, a Cidade terá mais qualidade no serviço de transporte do lixo e permitirá a desativação completa do antigo Lixão (Foto: Divulgação)