Ambulatório pós-Covid completa 30 dias de atendimentos em Mongaguá

Ao todo, foram 53 homens e 48 mulheres, sendo que, seis desses pacientes, receberam alta do acompanhamento

Comentar
Compartilhar
22 SET 2020Por Da Reportagem21h04
O ambulatório visa atender a demanda dos pacientes que, após alta, apresentaram queixas em relação aos reflexos causados pela Covid-19Foto: Dyego Gonçalves/PMM

O Ambulatório Pós-Covid de Mongaguá, o primeiro da Região, fechou o primeiro mês de trabalho com 101 atendimentos registrados. Ao todo, foram 53 homens e 48 mulheres, sendo que, seis desses pacientes, receberam alta do acompanhamento.

Entre as comorbidades já existentes apresentadas durante as consultas, destaques para hipertensão, diabetes, cardiopatia e problemas respiratórios. Já as principais queixas foram cansaço contínuo, dores musculares, dor de cabeça, vertigem, perda de paladar e olfato, aumento da pressão arterial, ansiedade, depressão, perda de memória, além de dor torácica.

Após os diagnósticos, os pacientes necessitados receberam encaminhamento para acompanhamento em especialidades específicas como fisioterapia respiratória, psicologia, oftalmologia, cardiologia, urologia e nefrologia. Além disso, as equipes médicas solicitaram, de acordo com cada caso, exames de tomografia, eletrocardiograma, mapeamento de pressão arterial, ultrassom, teste ergométrico, raio-x e bioquímico.

O ambulatório visa atender a demanda dos pacientes que, após alta, apresentaram queixas em relação aos reflexos causados pela Covid-19. "É de extrema importância manter o acompanhamento dessas pessoas, pois o rápido diagnóstico acerca da doença pode garantir que as sequelas se tornem irreversíveis", destaca o diretor de Saúde de Mongaguá, Marcelo Marco.

O Ambulatório Pós-Covid de Mongaguá fica localizado no Hospital Municipal Adoniran Correa Campos (Avenida São Paulo, 826, Centro), e é composto por dois clínicos, um fisioterapeuta, um Laboratório e um Centro de Imagem e Apoio. As consultas são agendadas via contato telefônico das equipes de Saúde com os pacientes que tiveram a doença no Município.