Alunos valorizam cada gota d’água em gincana escolar de Guarujá

Em sua terceira edição, a atividade da escola Benedito Carlos, de Vicente de Carvalho, reuniu cerca de 20 jogos educacionais envolvendo a água

Comentar
Compartilhar
30 MAR 201513h48

Nesta sexta-feira (27), os alunos do 6º ao 9º ano da Escola Municipal Benedito Claúdio, em Vicente de Carvalho, tiveram um dia de estudos diferente, com a terceira edição da Gincana “Isso é a Gota D’água”, que reuniu diversas atividades e brincadeiras educativas com foco na economia de água.

Ao todo, 19 jogos lúdicos estavam disponíveis para todos os alunos, que competiam representando suas respectivas turmas em busca de pontos. A temática dos jogos variava desde o funcionamento das hidroelétricas, passando por conhecimentos gerais dos oceanos, chegando à dengue. E de acordo com o professor responsável pela gincana, Humberto Leandro Melo da Silva, o objetivo é que os alunos “aprendam brincando”.

“Em reunião de professores, nos deparamos com a necessidade de educá-los (alunos) de uma forma diferente. O objetivo é ensinar, e a proposta é despertar o interesse em assuntos atuais e de relevância para a população, além de fazer parte dos projetos da escola”, destaca a professor, que estava contente com o voluntariado de alguns estudantes.

Larissa Maia da Silva, de 13 anos, é uma dos voluntários que auxiliaram na execução das atividades e soma de pontos. A estudante do 8º ano do Fundamental II, conta que vê as gincanas como um bem efetivo no dia a dia dos estudantes. “Desde que começamos com essas brincadeiras, os alunos começaram a pensar mais no desperdício desnecessário na escola e em casa”, destaca a aluna.

Para a coordenadora de Ciências da Secretaria de Educação do Município, Rita Cássia Esteves Oliveira, a dinâmica escolar idealizada pelo professor Melo muda o ambiente estudantil e serve de referência para as demais unidades escolares.

“Alunos, professores e funcionários envolvidos estão de parabéns pela iniciativa. São ações simples e divertidas como esta que contribuem com uma educação de qualidade”, parabeniza a coordenadora.

O aluno e também voluntário, Marcos Vinícius Laus de Jesus, de 14 anos, se mostrou contente com a gincana. “O mais legal das atividades é que tudo envolve água, e faz referência a alguma matéria dada em aula. Isso é muito bom, pois, estamos pondo em prática o que aprendemos com os professores”, conta.