Novo exame vai agilizar diagnóstico de dengue em Santos

A novidade foi colocada à disposição da rede municipal de saúde por meio de parceria entre a prefeitura e a Faculdade de Medicina do Unilus

Comentar
Compartilhar
01 MAR 201320h41

Dois dias. Este é o prazo em que ficam prontos os diagnósticos dos casos de dengue com o novo tipo de exame de sangue que já está sendo utilizado na cidade. O PCR (Reação de Cadeia de Polimerase) permite um resultado definitivo rápido e garante o início do tratamento logo após os primeiros sintomas.

A novidade foi colocada à disposição da rede municipal de saúde por meio de parceria entre a prefeitura e a Faculdade de Medicina do Unilus (Centro Universitário Lusíada).

A grande vantagem da nova análise é a velocidade com que sai o diagnóstico. "O resultado do PCR sai em dois dias e detecta a doença no início, enquanto que os demais podem levar até duas semanas. Essa rapidez vai permitir uma resposta mais objetiva em relação ao tratamento", explica o médico infectologista Marcos Caseiro. Outro benefício é que o novo procedimento possibilita saber se o vírus é do tipo 1, 2, 3 ou 4.

Até agora, 17 exames  foram feitos usando a nova técnica. O PCR é parte integrante do hemograma (exame de sangue) e sua indicação é feita durante consulta médica nas UBS (Unidades Básicas de Saúde). A Secretaria de Saúde recomenda aos pacientes que retornem aos postos após o exame para dar continuidade ao tratamento.

Os diagnósticos dos casos de dengue ficarão prontos em dois dias (Foto: Divulgação)

Mobilização

A introdução do PCR é uma das ferramentas do Plano Municipal de Mobilização Contra a Dengue, lançado na quarta-feira (27) pela prefeitura, que visa reforçar a conscientização da população sobre a importância das medidas preventivas à doença.