X
Cotidiano

Alckmin: redução de pressão só atinge quem não tem caixa d'água

O governador disse que as medidas de redução de pressão adotadas pela Sabesp são "feitas no mundo inteiro" e que são elas que evitaram até agora o rodízio de abastecimento

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), comentou nesta quinta-feira, 26, a declaração do diretor metropolitano da Sabesp, Paulo Massato - que admitiu que a estatal mantém a pressão de água nas tubulações abaixo do recomendado pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), de 10 metros de coluna de água. Alckmin disse que a redução da pressão afeta os que não têm como reservar a água e que o Estado está distribuindo caixas d'água para diminuir o problema.

O governador disse que as medidas de redução de pressão adotadas pela Sabesp são "feitas no mundo inteiro" e que são elas que evitaram até agora o rodízio de abastecimento. Segundo o governador, para quem pode reservar água a redução de pressão é "quase imperceptível".

Alckmin comemorou ainda os novos números do programa de bônus da Sabesp. Segundo o governador, 71% da população de São Paulo fizeram economia suficiente para ganhar desconto na conta de água e outros 10% reduziram o consumo abaixo da margem exigida para ter direito ao bônus.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Entretenimento

Dilsinho e grupo Di Propósito agitam o Rocket Sea Club, em São Vicente, neste sábado (13)

Rocket Sea Club é o mais novo espaço de shows, culinária e entretenimento da Baixada Santista; ingressos para os shows podem ser adquiridos pelo site Ticket 360

Habitação

Em Guarujá, Prefeitura inicia segunda fase de obras no Parque da Montanha

Nesta fase, são 649 moradias destinadas a famílias do Complexo Prainha, em Vicente de Carvalho; já a 1ª fase de obras está sendo finalizada, faltando apenas entregar 49 unidades, o que deve acontecer até o final do ano

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software