Alberto Mourão insiste no aumento do efetivo policial

Reivindicação foi reiterada ao comando da Polícia Militar de Praia Grande

Comentar
Compartilhar
08 MAR 201317h33

Durante encontro com os comandos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, quinta-feira (7), o prefeito de Praia Grande voltou a abordar a necessidade do aumento do efetivo policial no Município. Embora considerada legítima a reivindicação, não houve sinalização positiva para que o pedido seja atendido no momento. A Prefeitura vai continuar contribuindo com a Segurança Pública, oferecendo estrutura às corporações militares e apoio da Guarda Civil Municipal, até que o Governo do Estado atenda à solicitação.

O encontro com os militares aconteceu no gabinete do prefeito e reuniu o comandante do 45ª batalhão da Polícia Militar do Interior (BPMI), José Messina Filho, o Subcomandante do Grupamento Marítimo Major, Carlos Eduardo Smicelato, e o comandante do 3º Subgrupamento do 6º Grupamento de Bombeiros, Capitão Daniel Tenório dos Santos.

Na ocasião, Mourão destacou a necessidade do aumento de efetivo de, no mínimo, em mais 133 homens a fim de que esteja compatível com a realidade do Município. Segundo o prefeito, o balanço da temporada de verão foi considerada bem sucedida por conta do reforço do policiamento no período e de ações preventivas. “Precisamos ter policiais não somente para um período de grande movimento, mas à altura da nossa população atual”, considerou.

Outra carência da cidade, esta na área dos Bombeiros, é a construção de oitos novos postos de bombeiros ao longo da praia, totalizando 16, com a garantia de que a Prefeitura continuará contribuindo com as unidades, como para alimentação dos Guarda Vidas. O prefeito também sugeriu discutir um prazo maior para expedição de Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB), diante da demanda atual de pedidos para o licenciamento, feito em conjunto com orgãos da Prefeitura.

O comandante do 45ª batalhão da PM, José Messina Filho, aproveitou para falar da redução de alguns índices de criminalidade em Praia Grande, comparando os períodos de 29 de dezembro de 2011 a 12 de janeiro de 2013 com 20 de dezembro de 2012 a 12 de fevereiro de 2013.

Conforme apontou, seis índices apresentaram quedas, entre eles roubo de carga (-81%), roubo de veículo (-47%) e furto de veículos (-32%). “São dados satisfatórios da Operação Verão, que com o apoio da Prefeitura, incluindo a reorganização dos eventos na temporada, colaborou para essa redução. Praia Grande é a terceira Cidade do Brasil em crescimento migracional e isso tudo é comunicado ao Governo do Estado para estudo. Mas, no momento, não temos sinalização de reforço no efetivo”, ressaltou.

O encontro aconteceu na quinta-feira (7) (Foto: Divulgação)

Apoio

A Prefeitura realiza ações que permitem o melhor trabalho na área de segurança. Atualmente arca com o aluguel da sede do 45º Batalhão da Polícia Militar (45º BPMI), que está instalado no Bairro Ocian e já indicou outro local, no bairro Mirim, para a construção de uma sede definitiva do Batalhão.

A Administração Municipal também cedeu espaço para instalação do Grupamento de Radiopatrulhamento Aéreo da Polícia Militar e do Grupamento de Guarda Vidas, ambos também no bairro Mirim. Na Operação Verão, a Cidade é responsável pela a contratação de parte dos Guarda Vidas, além de fornecer alimentação e hospedagem aos policiais militares deslocados para a temporada.

O apoio da Guarda Civil Municipal no trabalho integrado com as polícias Civil e Militar, inclusive com apoio da Central de Vídeo Monitoramento, é outro apoio fundamental na segurança pública durante todo o ano.