Alberto Mourão é o novo presidente do Condesb

Prefeito de Praia Grande assume o lugar de Mauro Orlandini; Já Luiz Maurício, à frente do Executivo de Peruíbe, é o novo vice-presidente

Comentar
Compartilhar
23 FEV 2017Por Vanessa Pimentel10h30
Mourão foi eleito por aclamação, em reunião na manhã de ontem na sede do Condesb, em SantosFoto: Rodrigo Montaldi/DL

O prefeito Alberto Mourão (PSDB), de Praia Grande, é o novo presidente do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Baixada Santista (Condesb).     Mourão foi eleito por aclamação, em reunião na manhã de ontem, e assume o lugar do ex-prefeito de Bertioga, Mauro Orlandini.

A eleição deste ano contou com mudanças. A vice-presidência, cargo que comumente é ocupado por um representante do Estado, será desempenhada pelo prefeito de Peruíbe, Luiz Maurício (PSDB).

Segundo Edmur Mesquita, subsecretário de Assuntos Metropolitanos, a mudança ocorreu após consenso para maior participação dos prefeitos da região no conselho. “É importante que o processo de metropolização seja liderado pelos nossos prefeitos. Temos o Alberto Mourão, experiente, que conhece a dinâmica do Executivo e do Legislativo e o Luiz Maurício, estreante à frente da gestão municipal. É fundamental a gente ter essa integração para produzirmos as soluções comuns para projetos e tratarmos, com muita objetividade, os desafios metropolitanos”, justificou.

Em seu discurso, Mourão agradeceu a todos os prefeitos e representantes pela indicação, reconheceu que este será um ano difícil para todos os municípios e lembrou a necessidade em ser solidário com as cidades ao lado.

“Todos nós sabemos que será uma gestão complicada. A sociedade está irritada e isso recai sobre o prefeito, mas como gestores, precisamos entender e se unir em busca de soluções metropolitanas”, afirmou.

Disse ainda que é fundamental ter uma pauta enxuta para discutir sobra a situação dos aglomerados subnormais, pensar em ações que priorizem a mobilidade urbana, além de ressaltar a urgência de uma visão metropolitana para o desenvolvimento e resolução dos problemas da região.

O vice Luiz Maurício também agradeceu a confiança e disse que espera poder contribuir com as pautas regionais e ajudar Mourão na presidência.

Segundo o novo presidente, após o Carnaval, os prefeitos devem se reunir para definir uma agenda com quatro ou cinco temas prioritários para discussão de projetos e metas.

Pautas. Durante a reunião do Condesb, foi ­aprovada a proposta para liberação de recurso para um projeto de adequação e acessibilidade na Avenida Santos Dumont em Guarujá. O valor previsto é de R$ 80,6 mil.

Outras pautas também foram aprovadas como o Plano Diretor de Tecnologia da Informação e Comunicação da Baixada Santista - que servirá como instrumento orientador, de diagnóstico, planejamento e gestão entre os ­municípios e a indicação de João Cesar Prado, diretor regional da Sabesp  para composição do Conselho Municipal de Saneamento Básico de Santos.

Habitação será uma das prioridades de Mourão

No final da reunião, Mourão conversou com a imprensa e ressaltou a importância de realizar as ações que, muitas vezes, não saem do papel.

Uma das prioridades que pretende colocar em pauta é a questão da habitação em áreas invadidas e o impacto ambiental em áreas de mangue. “Se esta for uma pauta escolhida como prioridade, teremos a interface entre CETESB, Ministério Público e a Secretaria de Habitação para que possamos buscar soluções e potencializar os resultados”, afirmou.

Outra visão do novo presidente é sobre a importância de discutir os assuntos das diversas Câmaras Temáticas de forma conjunta quando os assuntos se relacionarem, como por exemplo, saúde, habitação e meio ­ambiente.

Questionado se a gestão dos resíduos sólidos seria uma prioridade, Mourão respondeu que como prefeito, sim, mas como presidente do Condesb, precisa executar a pauta que for decidida pelo conselho. Porém, se comprometeu a levantar a questão, assim como os assuntos referentes à mobilidade urbana, na reunião que será realizada após o carnaval para discutir a programação da agenda de 2017.