Banner gripe

Agricultores usam canhões de leite contra a polícia

Cerca de 200 manifestantes reivindicam preços mais equitativos para os produtos lácteos

Comentar
Compartilhar
27 NOV 201210h54

Mais de duas dezenas de produtores do setor lácteo reivindicaram esta segunda-feira, em Bruxelas, preços mais equitativos para os seus produtos, num protesto de dois dias contra as políticas da União Europeia (UE).

Esta tarde, numa manifestação que envolveu também cerca de mil tratores, os agricultores despejaram 15 mil litros de leite perto da entrada de um dos edifícios da UE, segundo relata a agência estatal de notícias da Bélgica, citada pela EFE.

"É tempo para que a União Europeia defenda os agricultores e consumidores, e não os grandes industriais. Por isso nos reunimos em Bruxelas", disse o presidente do sindicato belga da organização europeia de produtores de leite EMB, Erwin Schöpges, em entrevista à mesma agência noticiosa.

Os protestos percorreram os lugares mais emblemáticos como a praça de Schuman, a sede da Comissão Europeia e do Conselho da UE, o parque do Cinquentenário e a praça de Luxemburgo, onde fica o Parlamento Europeu.

Colunas

Contraponto