FEMINICIDIO

Advogado de Santos representará o Brasil em fórum de desenvolvimento europeu

A iniciativa faz parte do programa Diplomacia Civil, organizado pelo Instituto Global Attitude e tem como missão conectar pessoas, organizações e governos

Comentar
Compartilhar
10 JUN 2019Por Da Reportagem16h00
Gabriel tentar angariar recursos através de um site de financiamento coletivoFoto: Divulgação

Entre os dias 16 e 21 de junho, o advogado Gabriel Miceli de Carvalho (29) será uma das caras do Brasil no principal fórum europeu sobre cooperação e desenvolvimento internacional, o European Development Days. O evento acontece em Bruxelas, na Bélgica e reúne mais de 10 mil participantes, de 150 países diferentes. O santista concorreu com outros 70 jovens de todo o país para 1 das 4 vagas disponibilizadas pelo projeto Diplomacia Civil, do Instituto Global Attitude - uma OSCIP que tem como objetivo conectar pessoas, organizações e governos, inspirando-os a compreender e a transformar o mundo. 

O programa Diplomacia Civil atua na formação de representantes da sociedade civil para o exercício de sua influência no cenário internacional. Seu foco é levar a voz brasileira para plataformas multilaterais de discussão no mundo. O projeto já contou com a participação de mais de 350 delegados em mais de 20 fóruns relevantes, organizados por agências da ONU, Banco Mundial e FMI, OMC, BRICS, G20, Comissão Européia, OCDE, entre outros.

O tema deste ano é “Enfrentando as desigualdades: construindo um mundo que não deixa ninguém para trás”. E trata de assuntos muito pertinentes a realidade brasileira e tem como foco três questões principais: por que desigualdades importam para o desenvolvimento sustentável; compreendendo as causas estruturais das desigualdades; e trabalhando em conjunto através de políticas mais eficazes para lidar com as desigualdades.

“O mais incrível disso tudo será toda bagagem que trarei: centenas de experiências e ideias que estão sendo aplicadas ao redor do mundo para pensarmos soluções locais de combates às desigualdades sociais.” Enfatiza, Gabriel.

Os selecionados pelo Diplomacia Civil poderão participar dos painéis e debates por meio de perguntas. Durante o período do fórum a delegação interage com grandes personalidades do cenário europeu, funcionários de organizações e representantes de governo. O networking é uma das grandes vantagens da participação no programa.

Além disso, a delegação contará com agenda de reuniões exclusiva, organizada pelo programa, com personalidades relevantes para o tema do fórum e relações com o Brasil. Também é feita visita guiada ao Parlamento Europeu.

Apesar de jovem, Gabriel já tem um longo currículo. É graduado pela Universidade Católica de Santos. Tem pós graduação em direito Penal e Processual Penal pela Escola Paulista de Direito. Uma extensão em Governabilidade, Gerência Política e Gestão Pública pela FVG-RJ/CAF/ George Washington University e outra em Advocacy pelo Advocacy HUB. É diretor adjunto de Cidadania e Ação Social da Ordem dos Advogados Brasil – Subseção Santos. É membro da Rede de Ação Política pela Sustentabilidade, Embaixador Politize e Conselheiro Titular no Conselho Municipal da Juventude de Santos.

Como o programa é pago (R$ 10.400), Gabriel tentar angariar recursos através de um site de financiamento coletivo. Em contrapartida, promete partilhar com os colaboradores todo o conteúdo do evento através de fotos, vídeos, palestras, conteúdos escritos e webinars. Além disso, o advogado se colocará a disposição para ajudar todos que tenham interesse em participar de fóruns internacionais. Para ajudar, bastar acessar www.vakinha.com.br/vaquinha/diplomacia-civil-miceli-na-belgica

Além dele, os outros três selecionados para representar o país são: a analista de relações internacionais, Marina Pongitor, de Sorocaba e os advogados Igor Cavalcante e Isabella Ferreira, respectivamente de Fortaleza e Curitiba.

Colunas

Contraponto