Acolhimento Institucional para Idosas estará sob nova direção a partir de 1º maio

Durante dois meses, em caráter emergencial, o local será administrado pelo Lar Residencial Eno Gregório Antunes, responsável pelo acolhimento masculino, desde 2000

Comentar
Compartilhar
09 ABR 2018Por Da Reportagem21h50

A Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social (Sedeas) de Guarujá realizou na última segunda-feira (9), uma reunião para a transição da administração do Acolhimento Institucional para Idosas, localizado na Rua Azuil Loureiro, 1435 - Santa Rosa. Durante dois meses, em caráter emergencial, o local será administrado pelo Lar Residencial Eno Gregório Antunes, responsável pelo acolhimento masculino, desde 2000.

Participaram da reunião, as diretorias das entidades Assistência Vicentina da Ilha de Santo Amaro e Lar Residencial para idosos Eno Gregório Antunes, além da Advocacia Geral do Município e da Secretaria de Coordenação Governamental.

A diretoria da Assistência Vicentina comunicou que encerrará suas atividades no dia 30 de abril, restituindo o imóvel ao Município, bem como a administração do equipamento. O advogado da entidade, Marcelo Ferraz fez questão de salientar que o principal objetivo é a preservação do bem-estar das idosas residentes e de maneira amigável, a instituição reconhece que todas as doações foram feitas às idosas, e que os donativos permanecerão com elas.

Já o secretário de Desenvolvimento e Assistência Social, Marcos Pereira de Azevedo, esclarece que, no prazo de 60 dias estará finalizado o chamamento público, para a seleção de uma nova entidade que administrará o Acolhimento Institucional para Idosas.