X
Cotidiano

Abertura de empresas poderá ser feita pela internet a partir de segunda

Lançado em maio, o programa é promessa do prefeito João Doria (PSDB) de viabilizar a abertura de empresas em sete dias

A abertura de empresas de baixo risco na cidade de São Paulo passa a poder ser feita totalmente pela internet / Divulgação

A abertura de empresas de baixo risco na cidade de São Paulo passa a poder ser feita totalmente pela internet a partir da próxima segunda-feira (3).

Lançado em maio, o programa é promessa do prefeito João Doria (PSDB) de viabilizar a abertura de empresas em sete dias.

Como a Folha de S.Paulo mostrou, apesar de avanços obtidos pela prefeitura para melhorar o processo (entre eles a redução de cinco para apenas um deslocamento obrigatório do empresário) por órgãos públicos, gargalo na liberação do CCM (Cadastro de Contribuinte Municipal) impedia o cumprimento do prazo definido por Doria.

É justamente essa etapa, que precisava ser feita presencialmente após agendamento, que deve ser alterada na próxima semana para acontecer on-line.

Daniel Annenberg, secretário municipal de inovação e tecnologia, afirmou em entrevista coletiva que o prazo de agendamento do desbloqueio do CCM era de nove dias nos primeiros dias do programa e, após esforço da prefeitura, já vinha sendo reduzido para dois dias.

O secretário também disse que, até o final do ano, o prazo de abertura de empresas deve chegar a cinco dias e ser reduzido para dois dias até o final do primeiro semestre de 2018.

Desde o lançamento do Empreenda Fácil, foram abertas 2.000 empresas em São Paulo. No período foram realizadas 30 mil avaliações de viabilidade (primeira etapa de abertura de empresas no novo sistema, em que o empresário verifica se pode instalar negócio que deseja no endereço escolhido.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

São Vicente

Circuito Sesc de Artes promove espetáculos para população nesta sexta-feira (12)

Evento será na Praça 22 de Janeiro, das 16h às 23h, com programação para todas as idades

ENTREVISTA

Mellão diz que Márcio França trata Senado como 'prêmio de consolação'

Em entrevista exclusiva, pré-candidato ao Senado pelo Novo diz que Márcio França e Edson Aparecido não têm perfil para o cargo; veja

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software