73% dos clientes do Banco do Povo são mulheres

Mulheres lideram empréstimos

Comentar
Compartilhar
04 MAR 201517h46

As mulheres lideram os empréstimos nas unidades do Banco do Povo em Guarujá. Segundo levantamento das unidades do Município, 73% dos contratos fechados foram solicitados por empreendedoras que querem abrir ou ampliar sesu comércios. São elas cabeleireiras, manicures, esteticistas, revendedoras de cosméticos, artesãs, doceiras, ambulantes, entre outras atividades.

“Essas mulheres procuram uma unidade para reforçar o orçamento familiar. É desta forma que o Banco do Povo imprime sua contribuição com a geração de renda no município”, conta a gestora municipal do Banco do Povo, Solange de Lourdes Costa Salgado.

Muita responsabilidade e dedicação. Estes são os dois requisitos para o sucesso no mundo dos negócios, e segundo a empreendedora de Guarujá, Maria José Laurentino dos Santos, isso a mulher tem de sobra. “Nós somos mais pacientes, mais atenciosas e detalhistas. Isso contribui com o crescimento do negócio”, afirma.

Hoje, Maria é dona de uma loja de roupas e acessórios femininos no bairro da Enseada, algo que para ela não é fácil, mas que acaba ‘tirando de letra’. “Acredito que a mulher pode sim liderar estabelecimentos. Dependendo do ramo, ela tem mais simpatia com a clientela e poder de negociação maior que os homens”, declara a lojista que concorreu ao Prêmio Mulher de Negócio do Serviço Brasileiro de Apoio a Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) 2014. “A indicação ao prêmio foi uma surpresa, pois tenho um dia a dia muito corrido. Entretanto só tenho a agradecer ao Banco do Povo, que sempre me ofereceu reforço e recomendo a todos.”

A empreendedora Maria, que é dona de uma loja de roupas e acessórios femininos no bairro da Enseada (Foto: Divulgação)

Para a autônoma Eliane da Silva Leme, de 30 anos, que vende bijuterias na feira de artesanato do bairro das Astúrias, a determinação e sensibilidade são os dois fatores ditos naturais da mulher empreendedora. Ela conta que aos 19 anos de idade passou por problemas familiares, o que a levou a viver sozinha e descobrir algum modo de se sustentar.

“Tive que unir a minha necessidade com a ambição de melhorar a minha vida naquele momento. Minha sensibilidade e delicadeza feminina também me ajudaram a chegar aos dez anos de atividade”, explica. Eliane também destaca o auxílio que tem do Banco do Povo, já que com o benefício conseguiu investir em seu negócio.

O grande número de mulheres que procuram o Banco do Povo Paulista para impulsionar seu negócio se dá também, graças a um trabalho constante da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Portuário.

Palestras realizadas periodicamente, organizadas em parceria com o Serviço de Apoio à Micro e Pequenas Empresas de São Paulo (Sebrae) atraíram 32 mulheres, além de reuniões com mulheres atendidas nos Cras, que somaram 41 e os cursos de empreendedorismo voltado aos ambulantes, bastante representativo pela classe feminina com a participação de 435 delas.

“Fico muito feliz com esses números, pois, eles apontam que nossos esforços estão sendo respondidos de maneira positiva. Vejo como extrema importância essa veia feminina empreendedora que fortalece o ambiente econômico de Guarujá”, diz a Secretária Adjunta de Desenvolvimento Empresarial, Eliane Belfort.

O Banco do Povo Paulista favorece a geração de emprego e o aquecimento da economia local, por meio da promoção de atividades produtivas. O programa atende empreendedores formais ou informais, urbanos e rurais, microempreendedores individuais, produtores rurais, cooperativas e associações de produção formalmente constituídas do município.

Os financiamentos para Pessoa Jurídica vão de R$200 a R$20 mil, em até 36 parcelas. Já para Pessoa Física o valor de financiamento vai de R$200 a R$15 mil em até 24 vezes. A Taxa de juros do Banco é de 0,35% ao mês, sem tarifas ou taxas adicionais.

Os interessados em desenvolver cada vez mais seu pequeno empreendimento, por meio de investimento, podem saber mais sobre os requisitos de empréstimos numa das unidades do Banco do Povo Paulista em Guarujá.

São duas: Avenida Leomil, 630, Centro (Ceacon) ou em Vicente de Carvalho, na Rua Cunhambebe, 500 (Centro de Cidadania II). Mais informações podem ser obtidas pelos telefones: 3383-2326 e 3383-5043.