70% das ciclovias programadas para a Zona Noroeste para este ano estão em licitação

A obra das duas ciclovias tem valor estimado em R$ 7,3 milhões e prazo para execução dos serviços de dezoito meses

Comentar
Compartilhar
04 MAR 201511h50

A Prefeitura mapeou 5,9 km de ciclovias na Zona Noroeste para construção este ano. Com a licitação em andamento para implantação de pistas da Avenida Jovino de Melo (1.550 metros) e a da Rua Eleonor Roosevelt (780 m), a Administração Municipal dá início a 70% do cronograma previsto já em março. Isto porque o edital para outras duas ciclovias, a da Avenida Afonso Schmidt e a da Rua Aprovada 927, já foi lançado.

A obra das duas ciclovias tem valor estimado em R$ 7,3 milhões e prazo para execução dos serviços de dezoito meses. Na Jovino de Melo e Eleonor Roosevelt as pistas serão construídas junto aos canais, em concreto desempenado, e com projetos semelhantes aos da Zona Leste, a exemplo dos canais 1 e 6.

Especificamente na Jovino de Melo, os dois lados do canal terão pistas - uma para ida e outra para volta. Será feita a correção das muretas e reforma de alguns pontos do talude danificados, além de pequena ampliação na calçada ao longo do canal.

Já as ciclovias da Afonso Schmidt e da Rua Aprovada 927 (que liga as avenidas Manoel Ferramenta Jr. e Haroldo de Camargo, cruzando a  Afonso Schmidt) utilizarão o viário existente - ora passeio público, ora leito carroçável.

Região terá 9,3 km em pistas 
 
A projeção é instalar 9,3 km de ciclovias na Zona Noroeste, com base em mapeamento da Secretaria de Infraestrutura e Edificações. Além das pistas em licitação, será construída também a segunda fase da pista da Av. Nossa Senhora de Fátima (1.550 m).    As obras farão a conexão entre a Av. Nossa Senhora de Fátima e os bairros.
 
Completam o total de pistas projetadas os 3,4 km da ciclovia que interligará as zonas Noroeste e Leste, via túnel.