515 toneladas de restos de mobílias já foram recolhidas em Cubatão

A previsão é de que os serviços de recolhimento desses materiais estejam concluídos até a próxima sexta-feira (1º)

Comentar
Compartilhar
27 FEV 201317h22

Quinhentas e quinze toneladas de restos de mobília e outros materiais domésticos perdidos pelas famílias atingidas pelas fortes chuvas que caíram nos últimos dias, em Cubatão — especialmente na sexta-feira, dia 22 — já foram recolhidos pelo Serviço de Limpeza Urbana da Prefeitura, apenas até o dia 26, terça-feira (o total desta quarta-feira ainda não foi computado).

Esse serviço está sendo feito por 20 caminhões, totalizando 166 viagens entre os locais de recolhimento e o Aterro Sanitário Terrestre Ambiental. Os bairros que têm prioridade para esse recolhimento são Vila São José, Água Fria, Pilões, Vila Nova, Parque Fernando Jorge, Jardim São Francisco, Vila Esperança e Vale Verde.

A previsão é de que os serviços de recolhimento desses materiais estejam concluídos até a próxima sexta-feira, dia 1º de março. Em cada bairro atingido há máquinas trabalhando para atender à população; 40 pessoas estão envolvidas nesse serviço.

Em cada bairro atingido há máquinas trabalhando para atender à população (Foto: Divulgação/ Prefeitura Municipal de Cubatão)

Desabrigados precisam de mantimentos e artigos de higiene

As equipes voluntárias e oficiais de auxílio às vítimas das chuvas em Cubatão solicitam, com urgência, doações de mantimentos e artigos de higiene pessoal, que podem ser encaminhados à escola do parque Novo Anilinas (entrada pela Rua Assembléia de Deus), no Centro.

Os produtos mais demandados são: macarrão, molho de tomate, açúcar, achocolatado, sal, farinha de trigo, farinha de rosca, farinha de mandioca, aveia, fubá,óleo de soja, arroz. E também: sabonete, pasta de dente, escova de dente, desodorante, fraldas infantis e geriátricas, absorventes íntimos, aparelhos de barbear, papel higiênico e xampú.

A Prefeitura de Cubatão continua arrecadando doações para as pessoas que ficaram desabrigadas.