Prefeitura inaugura UBS Central em setembro

Nova unidade funcionará no bairro Maitinga e atenderá toda a região central da Cidade, do antigo Jardim Veleiros até o Rio da Praia

Comentar
Compartilhar
29 AGO 201417h27

A Prefeitura de Bertioga inaugura em setembro, em data a ser definida, mais uma unidade de saúde – a UBS Central, que está localizada no bairro Maitinga. A nova UBS, que atenderá toda a região central da Cidade, do antigo Jardim Veleiros até o Rio da Praia, vai ampliar e qualificar a rede de atendimento de saúde beneficiando, aproximadamente 14 mil pessoas.

Segundo o prefeito Mauro Orlandini, a proposta demonstra o compromisso da gestão com a saúde pública, que vem melhorar, ainda mais, o atendimento da saúde no Município, atendendo a demanda da região central, Rio da Praia, Jardim Rafael, Albatroz e o próprio Maitinga.

A importância do investimento na saúde preventiva foi ressaltada pelo prefeito. “Prevenir é o melhor caminho para se ter uma vida saudável, por isso fico muito feliz em poder entregar  mais uma unidade de saúde com estrutura para atender bem a comunidade de Bertioga, proporcionando saúde de qualidade para todos”

Construída em uma área de 454 m², de um terreno de 750 m², a UBS Central conta com 19 salas, onde funcionarão serviços como inalação, curativos, vacinas, eletrocardiograma e medicamentos; cinco consultórios médicos para atendimento de clinica geral, pediatria e ginecologia, um consultório odontológico, além de uma farmácia.

Os investimentos na construção da unidade foram de cerca de R$ 630 mil, com recursos oriundos do Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde; do governo estadual e da Prefeitura do Município.

A UBS Central será inaugurada em setembro (Foto: Divulgação/PMB)

De acordo com o secretário de Saúde de Bertioga, Manoel Prieto Alvarez, a partir do ano que vem, a UBS Central passará a contar com a Estratégia da Saúde da Família (ESF), coordenando e referenciando quatro equipes da região central do Município.

Para tanto, a Prefeitura de Bertioga abriu inscrições para o processo seletivo para preenchimento de 104 vagas na função de agente comunitário de saúde, para atender o Município, de Caiubura a Boracéia.

Os agentes de saúde serão responsáveis por atividades de prevenção de doenças, mediante ações domiciliares ou comunitárias, individuais ou coletivas, desenvolvidas em conformidade com as diretrizes do SUS e sob supervisão do gestor municipal.

O secretário de Saúde explica que, com o processo seletivo, serão formadas 14 equipes, que vão atuar na ESF e, cada uma deverá atender de três a quatro mil habitantes em seu distrito de atuação. “Depois da seleção, os aprovados passarão por um curso de capacitação que será realizado no Senac. A previsão é  de que eles comecem a trabalhar no início do ano que vem”, diz o secretário.