Contraponto

  •  

    Pelos alunos com deficiência

    O presidente da Câmara de Itanhaém, Hugo Di Lallo (Cidadania), embarca para Brasília hoje. Na bagagem, ele carregará uma série de reivindicações. Uma das agendas confirmadas é um encontro com a secretária nacional da Pessoa com Deficiência, Priscilla Roberta Gaspar de Oliveira, no próprio dia 9. Na pauta, está o pedido de apoio do Governo Federal no aperfeiçoamento e ampliação das políticas de Educação Inclusiva que atendem os 420 alunos da rede municipal de ensino que têm algum tipo de deficiência. "A Educação inclusiva precisa estar em constante evolução. E ter o apoio do Governo Federal nessa luta é fundamental porque precisamos ser excelência no atendimento aos nossos alunos, principalmente aos que têm algum tipo de deficiência".

  •  

    Marapé

    O vereador Ademir Pestana vem solicitando, desde fevereiro deste ano, estudos para que a Prefeitura construa muros de arrimo ao longo da encosta do Morro do Marapé em função de deslizamentos ocorridos em março. "Recentemente cobrei novamente o Poder Público para que informe em que locais da encosta serão construídos e quando".

  •  

    Segurança

    A onda de furtos ocorridos na UBS Aparecida, bem como de pessoas que entram em locais restritos aos funcionários vem preocupando os que trabalham na unidade. O vereador também protocolou um requerimento para que a prefeitura disponibilize um guarda municipal. "Faz-se necessário, também, ações de segurança no entorno da UME Professor Mário de Almeida, onde tem se concentrado usuários de drogas".

  •  

    Pelas mulheres

    A deputada federal Rosana Valle (PSB/SP) comanda audiência pública na Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Câmara dos Deputados hoje, às 15h30. A sessão visa apresentar aos deputados o programa de prevenção à agressão contra as mulheres: "Homem Sim, Consciente Também", desenvolvido no Estado de São Paulo.

  •  

    Legislação

    O objetivo é que esse programa vire lei federal e seja implantado em todo o Brasil. Rosana é autora do requerimento para a realização da audiência. "Os homens que já passaram pelo projeto apresentam índice de reincidência extremamente baixo, de apenas 1%. É um programa preventivo voluntário que dialoga com o agressor", defende a parlamentar. A responsável pela Delegacia da Mulher em Diadema (SP), Renata Cruppi, é a idealizadora do projeto. A delegada entende que a orientação e acompanhamento psicológico evita que homens voltem a agredir suas companheiras.

  • quarta
    26 de junho
  •  

    Se deve, paga

    Alguns profissionais da região estão até agora aguardando a remuneração por conta de terem trabalhado na campanha de um candidato à Presidência da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de uma cidade da Baixada Santista. Eles receberam a metade durante o trabalho e o restante seria pago no fim da eleição - novembro de 2018.

  •  

    Bolsa Creche

    A Câmara de Santos terá um programa intitulado "Bolsa Creche", apresentado pelo vereador Chico Nogueira (PT-foto). O projeto visa apoiar, mensalmente, com recursos financeiros, as mães com filhos em idade de educação infantil, que não possuem vagas na rede pública, nas despesas com creche e prestação de serviço similar. Atualmente, 186 crianças estão na fila de espera para o ingresso na educação infantil do município.

  •  

    Dever

    "É dever da Cidade oferecer vagas em creches a todas as crianças. No entanto, já há alguns anos que não temos observado esta prática em Santos. São pessoas que abrem mão de seus trabalhos para ficar em casa cuidando de seus filhos e não se vê melhoras", afirmou o vereador Chico Nogueira.

  •  

    Salário

    As mães terão direito a meio salário-mínimo por criança, que precisam ter de zero a três anos, durante o período em que não for possível o atendimento pela rede pública. Agora, o trabalho será encaminhado ao prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB), para ser sancionado.

  •  

    Sala para motoristas

    O projeto de lei que institui a criação das salas de descanso para os motoristas em terminais rodoviários de ônibus no município, do vereador Fabiano Reis (PL), teve o parecer contrário pautado em discussão preliminar e rejeitado por 13 (treze) votos.

  •  

    Em Guarujá

    Foi sancionada a lei originária, de autoria do vereador Luciano Tody (MDB), que prevê a criação de brigadas escolares a fim de orientar alunos e professores sobre como agir em situações emergenciais e de desastres naturais que eventualmente possam ocorrer.

     

  • terça
    25 de junho
  •  

    Desabafo

    "Os motoristas não tem se quer um local adequado para descanso, com sanitários disponíveis, para ser utilizado durante o intervalo de trabalho. Eles enfrentam trânsito intenso, calor e alagamentos no exercício de suas funções. Criei o projeto com a finalidade de melhorar as condições de trabalho da categoria que merece a devida atenção e respeito com qualquer outro trabalhador", desabafou Reis.

  •  

    Rosana e a travessia

    A travessia de balsas e lanchas de passageiros entre os municípios de Santos e Guarujá será discutida em audiência pública hoje, às 11 horas, na Comissão de Viação e Transportes (CVT), em Brasília. O pedido feito pela deputada federal Rosana Valle (PSB/SP). Foi confirmada a presença do Diretor-Presidente da Dersa, Milton Roberto Persoli. Os prefeitos de Santos, Paulo Alexandre Barbosa, e de Guarujá, Valter Suman, também foram convidados.

  •  

    Usuários

    Há poucos dias a deputada esteve nas travessias conversando com os usuários e coletando mais informações de quem utiliza o serviço diariamente. A Dersa transporta em média, 23 mil veículos por dia, além de 14 mil passageiros na travessia de lanchas entre Vicente de Carvalho, em Guarujá, e Santos. Rosana Valle é titular da CVT e solicitou a audiência em 19 de março motivada pelas reclamações da população, por conta dos atrasos e das longas e demoradas filas que acontecem diariamente no sistema.

  •  

    Valor alto

    O valor da tarifa, também é considerado alto pela baixa qualidade dos serviços prestado. As travessias têm recebido queixas cada vez maiores nos últimos anos, motivadas pelo número reduzido de balsas, atrasos, má conservação e lotação das embarcações.

  •  

    Palestra em Guarujá

    A Câmara de Guarujá recebe amanhã, das 19 às 21h30, a palestra "Consequências do Ato Infracional e o Difícil Caminho de Volta", ministrada pelo promotor público de Justiça da Vara da Infância e da Juventude, Gustavo Roberto Costa. Organizado pelo Fórum de Defesa da Criança e do Adolescente (DCA) de Guarujá, com o apoio da Escola do Legislativo, o evento será aberto ao público e realizado no salão de eventos do Legislativo Municipal (Avenida Leomil, 291, Centro, 2º andar).

  •  

    Atos infracionais

    O objetivo é esclarecer sobre como funciona, hoje em dia, a estrutura do sistema socioeducativo e, sobretudo, os desafios para reinserção social das crianças e adolescentes que praticam atos infracionais.

  •  

    Articulação

    O Fórum é uma organização composta por profissionais que atuam na área da infância e da adolescência. Ele é dedicado à articulação e mobilização em torno dos direitos de crianças e adolescentes. Possui como princípio a incidência política, ou seja, a reivindicação de que o Estado cumpra o seu papel de promotor de políticas públicas.

  • sexta
    14 de junho
  •  

    Será que vira?

    O presidente da Câmara de Vereadores de Santos, Rui De Rosis (MDB), encaminhou um email para o governador João Doria (PSDB) pedindo uma reunião para tratar da reforma do Palácio da Polícia, que ainda não tem previsão para ser iniciada pela ausência de recursos de pelo menos R$ 28 milhões. De Rosis participou, com uma comitiva de vereadores, de uma reunião com o diretor da Polícia Civil na Baixada Santista e Vale do Ribeira, Manoel Gatto Neto, na tarde desta quarta-feira. Os parlamentares seguiram a pé a pequena distância entre o Castelinho e o Palácio.

  •  

    Dúvidas

    Antes da 'longa caminhada', a Contraponto ouviu alguns parlamentares, que se dividiram sobre a legitimidade da ação. "Deveríamos acionar os deputados da região. Mas, vamos lá, nessa minicaminhada, ver se obteremos algum resultado", afirmou Lincoln Reis (PL). Sérgio Santana, também do PL, reforçou que a iniciativa deveria ser dos deputados estaduais. "Mas, como sou ex-policial, vou aproveitar para verificar o que está ocorrendo e dar apoio aos policiais. O governador ainda não venho à Baixada. Só o conheço pela TV", disse.

Colunas

Contraponto