X

CONTRAPONTO

Lincoln Reis preocupado, Débora Camilo na bronca e Kayo Amado pé quente

Pedro Henrique Fonseca

Publicado em 03/10/2023 às 07:15

Atualizado em 03/10/2023 às 16:57

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Lincoln Reis (PL) manifestou sua preocupação com a possibilidade do corte de profissionais avulsos que servem na Saúde de Santos / Divulgação

Preocupado. Atento à chegada do final de ano e à grande temporada de verão, o vereador Lincoln Reis (PL) (foto) manifestou, por meio de dois requerimentos na última sessão da Câmara, sua preocupação com a possibilidade do corte de profissionais avulsos que servem na Saúde do Município de Santos. Ele teme que isso possa afetar o funcionamento da Central de Curativos, da UTI do Complexo Hospitalar da Zona Noroeste e da UTI Móvel do SAMU.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Quer saber. Lincoln questionou se realmente será feito esse corte de todos os funcionários avulsos que servem a Saúde e se haveria outra forma de superar os desafios que motivaram esses cortes. Ele também questionou sobre o chamamento do último concurso público, se o mesmo será suficiente para repor a falta desses profissionais.

Números e data. Por isso, Lincoln Reis questionou qual o número de candidatos aprovados, quantos serão chamados e quando serão chamados. Para o vereador, qualquer tipo de corte na Saúde do Município é inaceitável.

Na bronca. A vereadora Débora Camilo (Psol) criticou o projeto de lei que visa conceder ao ex-presidente Jair Bolsonaro a Medalha Braz Cubas. Segundo ela, "os vereadores da cidade não podem aprovar esse absurdo! Conceder a mais alta honraria da Casa, a alguém que possui condenação por crime eleitoral, condenação internacional por crime contra a humanidade e teve ratificada sua inelegibilidade por decisão unânime do TSE, é uma barbárie!", afirmou.

Na Vila. Pé quente! Assim se definiu o prefeito Kayo Amado (Podemos) ao assistir à vitória do Santos neste domingo (1), na Vila Belmiro. O Alvinegro Praiano venceu o Vasco da Gama por 4 a 1 e deixou a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. "É o peixão! Tem que respeitar! Vitória!!! Que jogão, heim? Pra cima deles, Santos!", escreveu o prefeito nas redes sociais. Se em time que está ganhando não se mexe, este jornalista torce para que Kayo Amado também compareça ao jogo diante do Red Bull Bragantino, no próximo dia 19. Toda ajuda é bem-vinda.

Projeto. Ainda na área esportiva, o vereador Paulo Miyasiro (Republicanos) quer que a Fundação Pró-Esporte de Santos (Fupes) retome o projeto "Campeão na Escola", criado pelo próprio parlamentar enquanto esteve à frente da entidade.

Projeto II. O projeto consiste em levar atletas da região, que disputaram uma Olimpíada ou que obtiveram algum feito no esporte, para uma palestra com os alunos da rede pública de ensino. O contato com as crianças visa justamente criar uma aproximação com os esportes, despertando o desejo de se tornar um atleta, ganhando condicionamento físico e disciplina.

 

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cubatão

Fogo em caminhão-tanque é controlado na Anchieta, mas trecho da rodovia segue interditado

Descida é permitida apenas pelas pistas norte da Anchieta e pistas Sul da Imigrantes

Mundo

Declaração Universal dos Direitos Humanos completa 75 anos em meio a violações

Há 75 anos, em sessão da Assembleia-Geral da ONU em Paris, na França, era assinada a Declaração Universal dos Direitos Humanos

©2023 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software