X

Tintos e Tantos Outros, o sabor e o saber do vinho

Quem vai querer um vinho Primitivo?

O vinho leva este nome por causa de sua uva. Estamos falando de uma uva muito comum no sul da Itália (mais especificamente na região de Puglia). Suas castas produzem vinhos únicos, que são encorpados e bastante perfumados. Perfeito para quem curte uma bebida mais concentrada, com forte sabor frutado, taninos leves e pouca acidez.

Classificada como precoce, o nome dado para essa cepa é, na verdade, uma referência por ser colhida logo que as primeiras frutas aparecem nos vinhedos. Por conta da colheita precoce, as uvas geralmente apresentam maior concentração de açúcar em sua composição - característica que traz influencia no aumento de seu teor alcoólico após a fermentação.

Por muito tempo o sul da Itália era conhecido pelas safras de vinhos de baixa qualidade. Eram bebidas produzidas para consumo rápido e diário pela população local, situações que prejudicavam o desenvolvimento de bons rótulos.

Com a descoberta da uva Primitivo, os produtores perceberam que era possível desenvolver vinhos com características únicas e que teriam alto valor de mercado. Em pouco tempo, estes vinhos começaram a figurar entre os melhores rótulos italianos.

A uva Primitivo é considerada geneticamente semelhante a duas outras uvas cultivadas em outras regiões do mundo: a Tribidrag, na Croácia, e a tradicional Zinfandel, muito popular na Califórnia.


“Para cada minuto com uma taça de vinho, você ganha 60 segundos de felicidade”
Autor desconhecido

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Mundo

Geopolítica em choque! Presidente do Irã morre em acidente de helicóptero

Além do líder político, outras oito pessoas vieram a óbito por conta da queda

Mongaguá

Suspeito de participação no 'Tribunal do Crime' é preso em Mongaguá

Homem teria ligação com o Primeiro Comando da Capital

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter