COLUNA

Como funcionam os chakras?

Comentar
Compartilhar
03 ABR 2018Por 09h22
Como funcionam os chakras?

Os chakras nada mais são que os centros energéticos responsáveis pela troca e assimilação das energias que alimentam nosso todo integrado: físico, emocional, mental e espiritual.

A palavra “chakra” vem do sânscrito (idioma antigo originado na Índia) e significa literalmente “roda” ou “vórtice”. E, enquanto vórtices, os chakras estão sempre em um constante movimento circular, doando ou captando energias.

Segundo a linha de estudo mais conhecida, nós possuímos sete chakras principais, localizados referencialmente ao longo da nossa coluna vertebral e responsáveis pelo funcionamento de nossos órgãos e glândulas, seja aceitando ou liberando energias. 

Os chakras alimentam nosso corpo de energia da mesma maneira que o coração e os outros órgãos trabalham no nosso físico, nos mantendo vivos fisicamente. Ocorre que às vezes os chakras podem encontrar-se desalinhados, com fissuras ou obstruídos, e isto acaba causando um sem número de doenças físicas e emocionais.

Os chakras podem ter falta de energia, o que causará na pessoa um cansaço inicialmente e em seguida poderá causar uma doença física, o contrário também acontece, o excesso de energia também causa um desequilíbrio.

Os sete chakras principais e suas funções no corpo humano

Chakra coronário: Fica no alto da cabeça, como uma coroa, e controla a glândula pineal (responsável pela produção de melatonina, a substância reguladora do sono). É o portal da espiritualidade, conectando nosso cérebro físico à nossa mente espiritual. Atua nos órgãos do sistema nervoso cerebral e autônomo.

Chakra frontal: Está localizado na fronte, entre os olhos. Diretamente ligado à glândula pituitária (hipófise), que é responsável pela segregação de vários hormônios importantes, dentre eles a endorfina (responsável pela sensação de bem-estar). É a chave do discernimento, da intuição, da imaginação, do conhecimento e da percepção. Atua nos órgãos do sistema nervoso, visual e auditivo.

Chakra laríngeo: Fica na altura da garganta e está ligado às glândulas tireoide e paratireoide, que regulam o metabolismo do corpo. É por onde correm a inspiração, a criatividade e a expressão. Atua nos órgãos fonéticos e do aparelho respiratório.

Chakra cardíaco: Localizado na altura do coração e controla o timo, a glândula responsável pelo funcionamento do sistema imunológico. É o chakra responsável pelos sentimentos e emoções, e atua nos órgãos do aparelho circulatório. Quanto mais aberto estiver este chakra, maior será nossa capacidade de amar um círculo de vida cada vez mais amplo.

Chakra Plexo solar: Está localizado entre o umbigo e a última costela e está ligado ao estomago e pâncreas (segregados de diversas enzimas do nosso organismo). Por este chakra fluem as energias emocionais, reunindo informações, sentimentos e percepções. Atua no sistema digestivo.

Chakra Umbilical: Situa-se entre o umbigo e acima dos órgãos genitais e está ligado às glândulas sexuais (ovários e testículos). É o chakra da sexualidade e da criatividade. Energias primárias como a paixão correm por este chakra. Atua nos órgãos do aparelho reprodutor.

Chakra básico: Fica na base da espinha dorsal e está ligado às glândulas suprarrenais, responsáveis pela produção e liberação de adrenalina no nosso organismo. Está vinculado à nossa existência terrena e à nossa sobrevivência. Atua na coluna vertebral, nos ossos e nos rins.