Vacina da Covid: idosos e profissionais da saúde serão prioridade

Ministério da Saúde anunciou que idosos, profissionais da saúde e indígenas serão os primeiros a serem vacinados; plano de vacinação será dividido em quatro etapas

Comentar
Compartilhar
01 DEZ 2020Por Gazeta de S. Paulo22h50
Ministério da Saúde apresenta planejamento sobre vacinação da Covid-19 em BrasíliaFoto: Tony Winston/MS

Nesta terça-feira (1º), o Ministério da Saúde anunciou o plano de vacinação contra a Covid-19 no País. Segundo a Pasta, o plano será dividido em quatro etapas. Idosos, profissionais da saúde e indígenas serão os primeiros a serem vacinados.

De acordo com a apresentação feita pelo ministério, não há previsão de vacinar toda a população em 2021.

Na primeira fase do plano, segundo o órgão, serão imunizados idosos com 75 anos ou mais, indígenas e profissionais de saúde e também idosos acima de 60 anos que estejam em instituições de longa permanência, como asilos ou instituições psiquiátricas.

A segunda fase da vacinação será destinada a todos os brasileiros com mais de 60 anos, que serão escalonados dos mais velhos para os mais jovens.

A etapa seguinte prevê a imunização de pessoas com comorbidades que apresentam maior risco de agravamento da doença, como os portadores de doenças renais crônicas e cardiovasculares, cita o ministério.

Já a última etapa deve abranger professores, forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional e a população privada de liberdade.

Para as quatro fases, o ministério estima imunizar cerca de 51 milhões de brasileiros.

Segundo o Ministério da Saúde, "o planejamento de população vacinada e fases é preliminar e pode sofrer alterações, a depender de novos acordos de aquisição de vacinas com outras farmacêuticas, após regulamentação pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)".