Teve o celular roubado? Procon terá central com orientações contra fraudes

Na central, o consumidor terá informações sobre como bloquear sua conta e senha bancária, sua linha de telefone e chip e apagar os dados de seu celular

Comentar
Compartilhar
24 JUN 2021Por Gazeta de S. Paulo19h04
Serviço pretende facilitar acesso a medidas de segurança contra fraudesServiço pretende facilitar acesso a medidas de segurança contra fraudesFoto: Paul Hanaoka/Unsplash

O Procon-SP discutiu nesta quarta-feira (23) com bancos, operadoras de telefonia e as plataformas Apple e Google os mecanismos de segurança disponíveis em caso de roubo de smartphones e as medidas preventivas para evitar golpes e fraudes bancárias. O Procon-SP irá oferecer uma central com todas as orientações que o consumidor deve seguir nesses casos.

"O objetivo é centralizar as informações e facilitar a vida do consumidor. É dever das empresas oferecerem meios simples e rápidos para evitar que mais pessoas sejam vítimas desses criminosos", avisa Fernando Capez, diretor executivo do Procon-SP.

Na central, o consumidor terá informações sobre o passo a passo que cada uma das empresas - bancos, operadoras e plataformas - fornece para que ele, de forma simples e ágil, bloqueie sua conta e senha bancária, sua linha de telefone e chip e apague os dados de seu celular.

"Nossa ideia é que o consumidor possa acessar um único número para fazer todos esses bloqueios, isso está em andamento, mas não está disponível ainda", informa Capez. "O importante é conseguirmos avisar todos os consumidores sobre as ações preventivas; se conseguirmos inviabilizar esse tipo de golpe com as transações bancárias, esse mercado ilícito tende a reduzir", conclui.

Estiveram presentes na reunião, representantes da Apple, Claro, Facebook, Febraban, Google, Motorola, Samsung Tim, Vivo e Whatsapp.