Temer retira sonda e deve ter alta nesta segunda, diz hospital

O presidente está internado na unidade desde a noite de sexta-feira, quando passou por uma cirurgia de raspagem da próstata

Comentar
Compartilhar
30 OUT 2017Por Folhapress04h30
Michel Temer foi internado na noite de sexta com um quadro de retenção urináriaMichel Temer foi internado na noite de sexta com um quadro de retenção urináriaFoto: Agência Brasil

O presidente Michel Temer passou na manhã deste domingo (29) por um procedimento de retirada de sonda vesical, que carregava desde quarta-feira (25), e passa bem, informou o Hospital Sírio-Libanês.

Temer está internado na unidade desde a noite de sexta-feira, quando passou por uma cirurgia de raspagem da próstata. Ele deve ter alta no início da tarde desta segunda-feira, e permanecer em São Paulo até quarta-feira, quando retorna a Brasília.

Ele foi internado na noite de sexta com um quadro de retenção urinária por hiperplasia benigna da próstata (crescimento do órgão), que obstruiu a uretra.

Em coletiva de imprensa neste sábado, o médico urologista Miguel Srougi, que trata o presidente, afirmou que Temer já havia passado pela cirurgia há sete anos, em razão do mesmo problema. É comum que o quadro se repita, afirma o médico.

Temer já havia passado por uma desobstrução do canal da uretra na quarta (25) -dia em que a Câmara barrou a segunda denúncia contra o peemedebista- após sentir um desconforto pela manhã.

A incidência da hiperplasia prostática benigna (crescimento da próstata) é de 50% para homens com mais de 50 anos e chega a 90% aos 80 anos -Temer tem 77.