X
Brasil

Temer diz que seu governo pode ter sido o melhor que o Brasil conheceu

Em São Paulo, o presidente elencou reformas feitas em sua gestão e defendeu medidas de seu governo nas mais diversas áreas

Michel Temer afirmou que o seu governo pode ter sido o melhor que o Brasil conheceu nos últimos anos / Divulgação/Fotos Públicas

O presidente Michel Temer afirmou que, com toda a modéstia de lado, em suas palavras, o seu governo pode ter sido o melhor que o Brasil conheceu nos últimos anos.

Em um discurso de 52 minutos, feito nesta terça-feira (13), em evento no centro de São Paulo, o presidente elencou reformas feitas em sua gestão e defendeu medidas de seu governo nas mais diversas áreas -desde o teto nos gastos públicos até a conclusão da transposição do rio São Francisco, passando pelo acordo em negociação com a União Europeia e até a intenção de ampliar as reservas marinhas do país.

"Em todos os setores em que coloquei os ministros, tudo deu certo", disse ele.

Em relação à reforma da Previdência, Temer ainda afirmou que não é improvável que até setembro a intervenção no Rio de Janeiro possa terminar, e a reforma possa ser votada até novembro.

Caso isso não ocorra, ele disse que certamente aconteceria no próximo governo. "A reforma da Previdência saiu da pauta legislativa, mas não saiu da pauta política. Qualquer candidato à Presidência terá que dizer se é a favor ou contra."

O presidente disse ainda que sofreu uma campanha brutal em relação à reforma por parte de setores que seriam privilegiados. "Eu denuncio, eu acuso. O país perdeu a ideia de liturgia, de autoridade, de uma certa hierarquia", disse, em relação aos opositores da proposta.

Ele ainda destacou a intenção de realizar uma simplificação tributária até o fim deste ano.
Ao fim do evento, o presidente não falou com a imprensa.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Saúde

Plano de saúde individual vai subir 15%, a maior alta em 22 anos

O percentual mais elevado já autorizado pela ANS até hoje havia sido de 13,57% em 2016

Cubatão

Prefeitura de Cubatão decreta o fim do estado de calamidade pública

A Prefeitura de Cubatão decidiu revogar o decreto que prorrogava até 31 de maio o estado de calamidade pública em decorrência da covid-19

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software