Secretário de vigilância em saúde de Mandetta, Wanderson de Oliveira pede demissão

O ex-secretário de vigilância em saúde era umas das figuras que mais se apresentava durante as entrevistas coletivas

Comentar
Compartilhar
15 ABR 2020Por Da Reportagem12h31
Secretário pediu demissão durante a manhã desta quarta-feira (15)Foto: Reprodução / Globo News

Um dos maiores defensores do isolamento social em conjunto com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson de Oliveira, não faz mais parte da pasta. Ele pediu demissão durante as primeiras horas desta quarta-feira (15) e a informação foi confirmada em uma nota oficial expedida pelo próprio ministério.

Wanderson deixa o cargo dias após o Ministério da Saúde ter sido duramente criticado pelo presidente Jair Bolsonaro, que tenta minimizar os efeitos da pandemia do novo coronavírus. O ex-secretário de vigilância em saúde era umas das figuras que mais se apresentava durante as entrevistas coletivas para divulgar diariamente os dados atualizados da doença no Brasil.