X

Brasil

Ronaldinho cria própria criptomoeda e já inicia venda privada

O ex-jogador iniciou a pré-venda da Ronaldinho Soccer Coin, desenvolvida em parceria com a startup Word Soccer Coin

Folhapress

Publicado em 18/07/2018 às 20:50

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Ronaldinho na cerimônia de encerramento da Copa do Mundo no domingo (15) / Reprodução

Atração surpreendente da cerimônia de encerramento da Copa do Mundo no domingo (15), quando apareceu tocando percussão em pleno gramado do estádio Lujniki, em Moscou, Ronaldinho Gaúcho agora tratou de investir em um novo ramo. Nesta semana, o ex-jogador iniciou a pré-venda da sua própria criptomoeda, a Ronaldinho Soccer Coin, desenvolvida em parceria com a startup Word Soccer Coin.

As vendas começaram em 15 de julho de maneira privada e será aberta uma fase de pré-venda para o público em geral no dia 16 de agosto. O plano tem como objetivo desenvolver o futebol no mercado digital e real, com a Academia Ronaldinho Gaúcho em países do sudeste asiático e competições de e-sports.

No projeto une-se a construção de estádios em países como Vietnã, Tailândia e Filipinas com a organização de eventos de e-sports; no caso, competições amadoras e profissionais. A ideia é apresentar esta união do real e do virtual em julho do ano que vem. Estarão disponíveis para a venda 140 milhões de RSC (Ronaldinho Soccer Coins).

"A partir de agora, por gratidão, quero entregar sonhos, esperança e sorrisos para as pessoas ao redor do mundo através do futebol e da música. Eu quero trazer um sorriso para o maior número de pessoas possível através deste projeto. Desejo que o maior número possível de pessoas tenha sonhos e esperanças e se torne feliz", declarou o jogador, em mensagem publicada no site oficial do projeto.

Dentro de todo o desenvolvimento da RSC, Ronaldinho e os responsáveis querem apostar na evolução de atletas de futebol, em uma academia com o nome do antigo meia-atacante do Barcelona, e também nos jogos virtuais.

Além do sudeste asiático, com foco nos vietnamitas, tailandeses e filipinos, a parceria trabalha pela expansão para América do Sul, América do Norte e África.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Polícia

Segundo suspeito por mortes de cabo da PM e filha em SP é preso em Mongaguá

A ocorrência foi registrada no 1º Distrito Policial de Itanhaém. O nome do suspeito preso não foi revelado

Diário Mais

Conheça o edifício mais alto do mundo feito em uma 'impressora 3D'

O prédio levará 900 horas para ser construído

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter