RG agora pode incluir tipo sanguíneo em SP

Na ficha civil do Instituto de Identificação e no RG, o tipo sanguíneo será identificado pelos caracteres A+, A-, B+, B-, AB+, AB-, O+ ou O-

Comentar
Compartilhar
09 JUN 2016Por Da Reportagem19h30
A partir deste mês, quem for tirar Carteira de Identidade nas unidades do Poupatempo poderá incluir o tipo sanguíneoA partir deste mês, quem for tirar Carteira de Identidade nas unidades do Poupatempo poderá incluir o tipo sanguíneoFoto: Divulgação

A partir deste mês, quem for tirar Carteira de Identidade nas 70 unidades do Poupatempo no Estado de São Paulo poderá pedir a inclusão do tipo sanguíneo no documento.

A informação foi divulgada pelo governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. Segundo Alckmin, a informação sobre o tipo sanguíneo no RG é importante para aprimorar o sistema de identificação e para salvar muitas vidas, pois se alguém por algum motivo precisa receber sangue com urgência, a informação facilitará o socorro.

O interessado em ter o RG com a informação sobre o seu tipo sanguíneo deverá apresentar original e cópia do laudo do laboratório com data de até dez anos, informando o tipo sanguíneo e o fator RH. Também será aceita a carteira oficial de doador de sangue.

Uma vez incluída a informação sobre o tipo sanguíneo no sistema, não será mais exigida a apresentação de outro laudo em uma futura renovação de RG, mesmo passados mais de dez anos da data de expedição do último documento.

Na ficha civil do Instituto de Identificação e no RG, o tipo sanguíneo será identificado pelos caracteres A+, A-, B+, B-, AB+, AB-, O+ ou O-.

A inclusão da informação sobre o tipo sanguíneo no RG está prevista na Lei 12282/06, de 22 de fevereiro de 2006.