Relembre os quadros do 'Domingo Legal' que fizeram sucesso nos anos 90

O programa logo se tornou um dos mais assistidos do SBT e conseguiu rápida identificação do público

Comentar
Compartilhar
22 NOV 2019Por Da Reportagem21h22
O Domingo Legal estreou em 17 de janeiro de 1993 sob o comando de Gugu LiberatoFoto: Reprodução

O Domingo Legal estreou em 17 de janeiro de 1993 sob o comando de Gugu Liberato, mesclando informação, entretenimento, diversão, emoção, humor, atrações musicais, entrevistas e games. O programa logo se tornou um dos mais assistidos do SBT e conseguiu rápida identificação do público.

O apresentador morreu, aos 60 anos, nesta sexta-feira (22), em Orlando, nos Estados Unidos. Ele sofreu uma queda nesta quarta-feira (20), em sua casa em Orlando, nos Estados Unidos, e precisou ser internado.

Confira alguns dos quadros mais marcantes do programa:

Sentindo na Pele

Um dos quadros mais marcantes e que utilizaram da dor como “ferramenta” era o Sentindo na Pele. Nele, o apresentador ou mesmo outras celebridades se disfarçavam de pessoas “comuns”, viviam os dramas da vida real.

Gugu na Minha Casa

O objetivo deste quadro era achar um objeto escolhido pelo apresentador dentro da residência, ou seja, além da correria era uma loucura.

Taxi do Gugu

No quadro, Gugu circulava pela cidade de São Paulo “fantasiado” de taxista. O objetivo era atormentar os passageiros com pegadinhas e as mais distintas adversidades.

Prova do Tato

Vendados, os convidados do programa eram obrigados a descobrir os objetos passavam por suas mãos e pés.

Banheira do Gugu

Talvez esse seja o quadro que mais polêmico da década de 90. A prova contava com picos constantes de audiência. As regras eram: um casal entra na piscina, sabonetes são distribuídos na água e quem conseguisse pegar o maior número deles ganhava.

Tudo isso com roupas de banho curtíssimas, que diversas vezes desapareciam durante o jogo, fazendo com que a celebridade mostrasse mais do que deveria.