X
Brasil

Prédio desaba, mata um e deixa três feridos

Segundo o Corpo de Bombeiros, três pessoas foram resgatadas. São duas mulheres, de 62 e 19 anos, e um homem de 54 anos

Prédio desabou por volta das 5h45 deste domingo (24) no Rio de Janeiro / Reprodução / Google Street View

Um jovem de 26 anos morreu após o desabamento de um prédio neste domingo (24) de manhã no bairro Olinda, em Nilópolis, na região da Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro.

Segundo o Corpo de Bombeiros, três pessoas foram resgatadas. São duas mulheres, de 62 e 19 anos, e um homem de 54 anos. Os feridos foram levados ao Hospital Geral de Nova Iguaçu.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Informações preliminares indicam que todos os moradores já foram resgatados do desabamento. "Conversamos com vizinhos e com as vítimas removidas e eles dizem que eram só quatro pessoas no prédio e um cachorro, mas o protocolo é somente encerrar as buscas após a varredura com cães", afirmou o coronel Leandro Monteiro, secretário de estado da Defesa Civil do Rio, em entrevista à GloboNews.

Monteiro também disse que a Defesa Civil Municipal e Estadual foi acionada para avaliar se a construção do prédio é legal. "Será feita avaliação, perícia e poderemos afirmar o que aconteceu".

Bombeiros do quartel de Nilópolis foram acionados para atender a ocorrência às 6h45. O imóvel ficava na rua Coronel José Munhoz, na esquina com a estrada Nilo Peçanha.

O desabamento prejudica o transporte público da região. Nas redes sociais, a empresa Transportes Flores informou aos passageiros sobre a alteração de rota de uma de suas linhas de ônibus.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Mundo

Homem procura hospital com projétil de canhão no ânus e médicos acionam equipe antibomba

O objeto tem 17 cm de comprimento e 6 cm de largura

Santos

Santos realiza caminhada de conscientização sobre HIV/Aids neste sábado

Os pedestres, que devem trajar uma peça de roupa ou acessório na cor vermelha, seguirão até a Praça das Bandeiras

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software