Porto Alegre recua em flexibilizações após aumento de internações

Segundo a prefeitura, em sete dias houve um crescimento de 43,7% nas internações

Comentar
Compartilhar
13 JUN 2020Por Folhapress17h29

O prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Júnior (PSDB), anunciou na sexta (12) que, a partir de segunda (15), shoppings, lojas, academias, bares e restaurantes voltarão a ter restrições mais rígidas.

A decisão se dá após o aumento de pacientes internados com Covid-19 nas UTIs da capital gaúcha. Segundo a prefeitura, em sete dias houve um crescimento de 43,7% nas internações.

A prefeitura ainda não detalhou quais serão as novas normas, mas, entre as medidas está apenas o atendimento individual em academias e restrição de horário de funcionamento para os restaurantes.

Em 19 de maio, bares, restaurantes e shoppings puderam reabrir com restrições. O decreto de então permitia a realização de missas e cultos com capacidade reduzida e maior público em academias.

Porto Alegre chegou a ter índice de isolamento social de 71% no final de março. Em 1º de junho, porém, já havia caído para 41% e, no último dia 9, foi de 37%.