'Nunca pensei em renunciar, estou animadíssimo com intervenção', diz Pezão

O decreto com a intervenção foi assinado no início da tarde desta sexta-feira pelo presidente Michel Temer

Comentar
Compartilhar
16 FEV 2018Por Estadão Conteúdo17h17
'Nunca pensei em renunciar, estou animadíssimo com intervenção', diz PezãoFoto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (MDB), afirmou nesta sexta-feira, 16, ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado, que "nunca" pensou em renunciar ao cargo e que está "animadíssimo" com a intervenção do governo federal na área de segurança do Estado. "Nunca (pensei em renunciar). Estou animadíssimo com o decreto", declarou o chefe do Executivo fluminense.

O decreto com a intervenção foi assinado no início da tarde desta sexta-feira pelo presidente Michel Temer. De acordo com o decreto, a intervenção vai durar até 31 de dezembro deste ano, quando acaba o mandato de Pezão, que não pode disputar reeleição Nesse período, a segurança no Rio será comandada pelo general do Exército Walter Souza Braga Netto, que ficará subordinado a Temer.