Morre Laíla, ícone na história da Beija-Flor de Nilópolis, aos 78 anos

Ele estava internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Israelita Albert Sabin, na Tijuca

Comentar
Compartilhar
18 JUN 2021Por Folhapress14h30
Laíla (à direita) e Neguinho da Beija-Flor (à esquerda).Laíla (à direita) e Neguinho da Beija-Flor (à esquerda).Foto: Reprodução/Redes Sociais

O diretor de carnaval Luiz Fernando Ribeiro do Carmo, conhecido como Laíla, 78, morreu na manhã de hoje, no Rio de Janeiro, de covid-19. A informação foi confirmada pela escola de samba Unidos da Tijuca em publicação no Instagram. 

Ele estava internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Israelita Albert Sabin, na Tijuca, zona norte da cidade.

Laíla acumulou passagens pela Beija-Flor, Vila Isabel e Unidos da Tijuca. A última escola em que atuou no Rio de Janeiro foi a União da Ilha, em 2020.

*Do UOL