X
Brasil

Ministério e indústria de alimentos fecham novo acordo para redução de sódio

O brasileiro consome em média 12 gramas de sódio por dia, mais do que o dobro do recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS)

O Ministério da Saúde e a Associação Brasileira de Indústria de Alimentos assinaram um novo acordo para redução de teores de sódio em pães, bisnaguinhas e massas instantâneas. Para pães de forma, a meta é que, entre 2017 e 2020, o teor máximo do nutriente caia de 450 mg para 400 mg a cada 100 gramas do produto. No caso das bisnaguinhas, a queda será de 388 mg para 350 mg, também a cada 100 gramas do alimento. Para as massas instantâneas, a previsão é de que até 2018 o teor máximo de sódio seja de 1840 mg a cada 100 gramas.

Essa é a segunda vez que os três alimentos são alvo de um pacto para redução de sódio. Eles integram o acordo entre ministério e indústria de alimentos de 2011, com 30 categorias de produtos. Segundo o governo, a parceria trouxe uma redução de 70 mil toneladas de sódio nos alimentos. 

O brasileiro consome em média 12 gramas de sódio por dia, mais do que o dobro do recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O consumo excessivo do nutriente aumenta o risco de hipertensão, diabetes e obesidade.

 

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Oportunidade

Praia Grande tem 23 vagas de emprego disponíveis no PAT

Interessados devem comparecer ao local para retirar carta de encaminhamento

Cotidiano

Prefeitura de Mongaguá promove protagonismo infantil em minissérie

O projeto 'Liga do ECA' foi inspirado pela 'Liga da Justiça' e as crianças puderam construir seus personagens de acordo com os ensinamentos passados pelos educadores

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software