MDB, PSDB e DEM governarão metade das capitais

MDB venceu em cinco capitais neste domingo; PSDB e DEM estarão no comando de quatro capitais

Comentar
Compartilhar
30 NOV 2020Por Gazeta de S. Paulo20h10
Segundo turno foi realizado neste domingo (29)Foto: Nelson Jr/TSE

Metade das capitais brasileiras serão comandadas por três partidos a partir do ano que vem. O MDB venceu em cinco das sete que disputou o segundo turno das eleições. PSDB e DEM estarão no comando de quatro cada.

O MDB reelegeu o prefeito de Cuiabá (MT), Emanuel Pinheiro, neste domingo (29). Já o vice-prefeito Arthur Henrique, em Boa Vista (RR), fez com que o partido chegasse ao recorde de votos válidos em uma capital, ele conquistou 85% dos eleitores.

Em Goiânia (GO), o MDB venceu com o ex-governador Maguito Vilela, internado há mais de um mês em São Paulo com Covid-19. Além disso, ganhou em Porto Alegre (RS), com o deputado estadual Sebastião Melo, e em Teresina (PI), com ex-deputado estadual Dr. Pessoa.

O PSDB, que já havia reelegido dois prefeitos, vai seguir com o comando dos municípios de São Paulo (SP), com Bruno Covas, e de Porto Velho (RO), com Hildon Chaves. O DEM, que obteve três vitórias no primeiro turno, ganhou este domingo no Rio de Janeiro (RJ), com o ex-prefeito Eduardo Paes.

Outros partidos

O PDT reelegeu o prefeito de Aracaju (SE), Evaldo Nogueira, e venceu em Fortaleza (CE). O PSB vai comandar Recife (PE), com João Campos, e Maceió (AL), com e JHC; o PP estará no comando de João Pessoa (PB) e em Rio Branco (AC). PSD conquistou duas vitórias no primeiro turno.

Outros quatro partidos (Avante, Podemos, Psol e Republicanos) vão governar, respectivamente, as capitais Manaus (AM), São Luís (MA), Belém (PA) e Vitória (ES).

Apenas Macapá não realizou eleição. O primeiro turno na capital do Amapá está marcado para 6 de dezembro. Se houver necessidade, o segundo vai ocorrer no dia 20.

*Com informações da Agência Câmara de Notícias