IPC-S cai de 0,69% para 0,68% na primeira semana de fevereiro

A maior contribuição para a queda partiu do grupo Alimentação, que retraiu 0,19 ponto percentual entre um período e outro (de 0,39% para 0,20%)

Comentar
Compartilhar
08 FEV 2017Por Folhapress12h00
Nesta classe de despesa, destaca-se o comportamento do item carnes bovinasNesta classe de despesa, destaca-se o comportamento do item carnes bovinasFoto: Divulgação

A inflação medida pelo IPC-S (Índice de Preços ao Consumidor Semanal) fechou a primeira semana de fevereiro com desaceleração de 0,08 ponto percentual, ao cair de 0,69% na semana encerrada no último dia 31 de janeiro para 0,68% nesta semana finalizada no último dia 7. As informações são da Agência Brasil.

Os dados foram divulgados nesta quarta (8), no Rio, pelo Ibre (Instituto Brasileiro de Economia) da Fundação Getulio Vargas e indicam queda de preços em três das oito classes de despesa componentes do índice, entre uma semana e outra.

A maior contribuição para a queda partiu do grupo Alimentação, que retraiu 0,19 ponto percentual entre um período e outro (de 0,39% para 0,20%). Nesta classe de despesa, destaca-se o comportamento do item carnes bovinas, cuja taxa passou de 0,28% para uma inflação negativa de 0,73%.

Números em queda

Também acusaram decréscimo em suas taxas de variação os grupos: Educação, Leitura e Recreação (4,15% para 3,34%) e Comunicação (0,47% para 0,41%). Nestas classes de despesa, houve recuos: cursos formais (9,80% para 7,01%) e tarifa de telefone móvel (1,18% para 1,00%), respectivamente.

Em contrapartida, os grupos Habitação (0,29% para 0,34%), Saúde e Cuidados Pessoais (0,35% para 0,39%), Vestuário (-0,27% para -0,13%) e Despesas Diversas (0,39% para 0,40%) apresentaram acréscimo em suas taxas de variação.

O grupo Transportes repetiu a taxa de variação registrada na última apuração, 0,82%. As principais influências em sentido ascendente e descendente partiram dos itens automóvel novo (0,46% para 0,77%) e tarifa de ônibus urbano (2,69% para 2,32%), respectivamente.