Homem viaja com crânio do irmão na bagagem, é detido e diz que se trata de tradição familiar

O crânio passará por perícia. Já o boliviano foi enquadrado no artigo 17, da Lei 9434/97

Comentar
Compartilhar
09 JUN 2021Por Da Reportagem18h17
Perguntado sobre aquele item em suas malas ele se justificou dizendo que se tratava do crânio de seu irmão mais velho.Perguntado sobre aquele item em suas malas ele se justificou dizendo que se tratava do crânio de seu irmão mais velho.Foto: Divulgação/PRF

Um boliviano foi preso em Itú, no interior de SP, após ser flagrado pela Polícia Rodoviária Federal transportando um crânio humano em sua bagagem. O veículo saiu de Campo Grande (MS) e tinha como destino final a Capital São Paulo.

Perguntado sobre aquele item em suas malas ele se justificou dizendo que se tratava do crânio de seu irmão mais velho, que havia morrido na Argentina semanas antes, mas que foi cremado. E, por tradição familiari - segundo o homem - ele teria que ficar com o resto mortal.

O crânio passará por perícia. Já o boliviano foi enquadrado no artigo 17, da Lei 9434/97, que considera ilegal o transporte ou recolhimento de partes do corpo humano sem saber a procedência.

*Com informações do ND+