X
Brasil

Greve não impede vacinação ampliada contra febre amarela na capital paulista

A campanha de vacinação promovida pela Secretaria Municipal de Saúde abrangia inicialmente 54 distritos

Funcionários não irão interromper a aplicação da vacina / Divulgação/PMS

O primeiro dia de vacinação contra a febre amarela em toda a capital paulista, expandida desde ontem (19) para a totalidade das unidades de saúde do município, teve movimentação normal segundo a Secretaria Municipal de Saúde. O Sindicato dos Servidores Municipais de São Paulo informou que, apesar da greve da categoria, deflagrada contra a alteração na Previdência dos servidores, a entidade orientou os funcionários do setor a não interromper a aplicação da vacina.

A campanha de vacinação promovida pela Secretaria Municipal de Saúde abrangia inicialmente 54 distritos. Agora, o município expandiu a aplicação para todas as 466 salas de vacinação dos 96 distritos da capital. O fornecimento da vacina ocorrerá até 30 de maio. O último balanço, divulgado na sexta feira (16), mostrou que, na campanha de vacinação, a capital paulista atingiu 71,4% do público-alvo, imunizando cerca de 2,4 milhões dos 3,3 milhões de paulistanos moradores dos distritos definidos na campanha.

Para receber a vacina, o usuário deverá comparecer à Unidade Básica de Saúde (UBS) com documento de identificação e, se possível, o cartão SUS e de vacinas. O atendimento será realizado levando em conta a capacidade operacional de cada unidade. Segundo a secretaria municipal, caso algum posto receba uma demanda acima do esperado ou da sua capacidade, poderá ocorrer distribuição de senhas.

As unidades de saúde municipais farão a vacinação da dose fracionada contra a febre amarela. A dose padrão será aplicada apenas em casos específicos, como viajantes internacionais, crianças entre 9 meses e 2 anos, pessoas com condições clínicas especiais e gestantes. A dose fracionada, segundo o Ministério da Saúde, tem a mesma eficácia da dose padrão e protege por, ao menos, oito anos.

Os moradores da capital paulista podem encontrar a unidade de saúde mais próxima em http://buscasaude.prefeitura.sp.gov.br.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Política

Moro lamenta morte em SE, mas elogia Polícia Rodoviária Federal

Genivaldo de Jesus Santos morreu por asfixia em uma ação da PRF, no final da tarde de quarta-feira (25)

Esportes

Lucas Pires está na mira do Benfica

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software