Grande São Paulo e Sorocaba podem regredir de fase no Plano SP

Atualmente, a região metropolitana está na fase amarela do plano e Sorocaba na fase laranja

Comentar
Compartilhar
20 JAN 2021Por Da Reportagem20h04
A situação é preocupante na região metropolitana de São PauloFoto: Bruno Escolástico/Photo Press/Folhapress

A Grande São Paulo, incluindo a Capital e região de Sorocaba, no Interior, podem ser rebaixadas de fase no Plano São Paulo devido ao aumento do número de casos de Covid-19 e lotação de hospitais.

Segundo o coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus, Paulo Menezes, as reclassificações podem ocorrer até o fim desta semana. Até o momento, a Grande São Paulo está na fase amarela do plano de flexibilização e a região de Sorocaba está na laranja.

“São regiões onde nós estamos observando essa pressão frequente sobre os leitos, especialmente de UTI. E é possível sim que essas regiões, eu diria que é até provável, que sejam reclassificadas brevemente ao longo desta semana”, afirmou à “TV Globo”.

De acordo com o coordenador, a situação é preocupante, especialmente na região metropolitana.

“A pandemia continua subindo no estado de São Paulo, em todas as regiões. O que nós estamos observando na região do município de São Paulo e na Grande São Paulo também está sendo observado na maioria das regiões do estado, um crescimento no número de casos e o número de internações aumentando progressivamente a taxa de ocupação dos leitos de UTI, que são aqueles necessários para os casos mais graves”, disse.

Ocupação de leitos

Nesta terça-feira (19), quatro hospitais da cidade de São Paulo estavam com 100% de seus leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UIT) ocupados: Hospital da Cruz Vermelha (zona sul), Santa Casa de Santo Amaro (zona sul), Hospital Carmem Prudente (centro) e Hospital São Luiz Gonzaga (zona norte).

O índice é referente aos leitos da rede municipal ou que foram contratados pela Prefeitura de São Paulo para atender a demanda no sistema público.