Governo de São Paulo registra redução nos acidentes com mortes nas rodovias

Medidas operacionais e de engenharia contribuíram para reduzir a gravidade das ocorrências nas estradas

Comentar
Compartilhar
22 OUT 2020Por Da Reportagem21h04
Foram 775 fatalidades nos nove primeiros meses do ano, diante de 946 no mesmo período de 2019Foto: Agência Brasil

As mortes em acidentes de trânsito ocorridas em rodovias paulistas apresentaram redução de 18% no período de janeiro a setembro deste ano na comparação ao mesmo período do ano passado, o que representa mais de 300 vidas poupadas. Segundo dados do InfosigaSP, este é o menor número de óbitos nas estradas apresentado desde 2015, quando foi iniciada a série histórica do Programa Respeito à Vida, do Governo de São Paulo.

Nos 10,8 mil quilômetros de rodovias concedidas, administradas pelas 20 concessionárias que integram o Programa de Concessões Rodoviárias sob a regulação da ARTESP - Agência de Transporte do Estado de São Paulo, foram 775 fatalidades nos nove primeiros meses do ano, diante de 946 no mesmo período de 2019.

A cada contrato de concessão é estabelecido no Programa de Redução de Acidentes (PRA) um pacote de ações de gestão de segurança viária, com análises, diagnósticos e propostas que possam solucionar os problemas identificados. Atualmente, trabalha-se com o conceito de rodovias que "perdoam", ou seja, os projetos e serviços rodoviários implantados tem que possuir padrão que preveem erros e, caso ocorram, não ocasionem perdas de vidas.

"Mais do que números, estamos lidando com vidas, por isso é fundamental todo esforço para que nossas rodovias sejam cada vez mais seguras. Acompanhamos de perto cada ação desenvolvida junto às concessionárias, seja ela operacional ou estratégica, de engenharia ou educativa, e os respectivos resultados, principalmente visando a redução de acidentes", afirma Milton Persoli, diretor geral da ARTESP.

Nas rodovias administradas pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER) foram 1.351 ocorrências com mortes de janeiro a setembro, frente à 1.653, contabilizadas no mesmo período do ano passado. "Todos os esforços da Secretaria junto com Artesp e DER têm o objetivo de garantir a qualidade das rodovias, e, desta forma, melhorar a segurança da população. Por isso, além de investimentos e melhorias na infraestrutura e sinalização das estradas, também promovemos campanhas educativas permanentes para um trânsito mais seguro", afirmou a secretária executiva da Secretaria Estadual de Logística e Transportes, Priscila Ungaretti.

Ações preventivas

Desde o início de 2019, a Secretaria de Logística e Transportes e a Secretaria de Segurança Pública adotaram ações operacionais conjuntas, com o DER, ARTESP, concessionárias e a Polícia Rodoviária Estadual com o objetivo de garantir maior segurança nas rodovias do Estado. O reforço nessa operação, que conta também com fiscalização por drones, proporcionou ação de medidas operacionais que garantissem uma melhora na sinalização, reforço de efetivo, compra de novos equipamentos e mais segurança aos usuários das rodovias. Além disso, as rodovias administradas pelo Estado ou sob concessão, reguladas pela ARTESP, contam com monitoramento 24 horas por dia e equipes de socorro preparadas para um rápido atendimento, seja clínico ou para outro tipo de assistência.

Levantamento da ARTESP aponta que, em média, há um profissional pronto para ajudar a cada 3,6 quilômetros de rodovia concedida. Além disso, são realizadas diversas campanhas educativas com o objetivo de aumentar a segurança nas estradas, tanto para motoristas quanto para pedestres. Mensagens de alertas e de conscientização são veiculadas nos 392 painéis eletrônicos distribuídos em pontos estratégicos pela malha rodoviária concedida.