X
Brasil

Governo de São Paulo reajusta em 7,62% piso salarial do Estado

O piso da primeira faixa, que abrange empregados domésticos, pescadores e pintores, passará de R$ 1.000 para R$ 1.076,20

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, sancionou nesta quinta-feira (30) o reajuste de 7,62% do piso salarial de funcionários cujas categorias são regidas por leis estaduais.

O piso da primeira faixa, que abrange empregados domésticos, pescadores e pintores, passará de R$ 1.000 para R$ 1.076,20.

Já o valor mínimo da segunda faixa, que inclui trabalhadores de serviços de higiene e saúde e operadores de rádio, subirá de R$ 1.017,00 para R$ 1.094,50.

O projeto de lei prevendo os reajustes havia sido aprovado pela Assembleia Legislativa de São Paulo em 21 de março.

Os valores não serão aplicados às categorias que tenham outros pisos definidos em lei federal, em convenção ou acordo coletivo de trabalho. Também não se aplicam a servidores públicos estaduais e municipais, e aos contratos de aprendizagem.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Guarujá

Sest Senat oferece vagas para cursos de auxiliar administrativo e operador de empilhadeira

Os cursos são gratuitos, com aulas presenciais ministradas na unidade do Sest Senat de Guarujá; as inscrições são online

Economia

Prefeitura de Cubatão inicia distribuição de carnês de IPTU com pagamento via pix

A medida dá início a um conjunto de ações definidas pela Prefeitura de Cubatão para agilizar e facilitar o acesso aos serviços públicos

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software