Fase vermelha: Cinemas, bares e restaurantes voltam a ser fechados; entenda

A mais restritiva do Plano SP, a fase vermelha permite o funcionamento somente de atividades essenciais, como alimentação, educação e saúde

Comentar
Compartilhar
03 MAR 2021Por Folhapress14h35
O anúncio foi feito no início da tarde desta quarta-feira (3), pelo governador João Doria (PSDB)O anúncio foi feito no início da tarde desta quarta-feira (3), pelo governador João Doria (PSDB)Foto: Divulgação/Governo do Estado

Devido ao aumento de casos e internações pelo novo coronavírus, todo o estado de São Paulo será classificado como fase vermelha a partir deste sábado (6) até o dia 19 de março. O anúncio foi feito no início da tarde desta quarta-feira (3), pelo governador João Doria (PSDB), que também afirmou que as próximas duas semanas devem ser as piores da pandemia.

A mais restritiva do Plano SP, a fase vermelha não permite a abertura de restaurantes, bares, shoppings, museus e shows. Apenas atividades essenciais, como alimentação, educação e saúde, podem funcionar.

Desde o dia 26 de fevereiro, a capital paulista estava na fase laranja do plano de contingência do governo. Nela, restaurantes, cinemas, teatros, parques e shoppings podiam funcionar como algumas restrições como o funcionamento entre 6h e 20h, além de capacidade limitada a 40% do total do estabelecimento.

Agora, além da fase vermelha, a cidade terá um toque de restrição que começa às 20h e termina apenas às 5h do dia seguinte. A secretária de desenvolvimento econômico, Patricia Ellen, afirmou que as próximas 48 horas devem ser usadas para os estabelecimentos organizarem o fechamento.

FASE VERMELHA

De 0h de sábado (6) até o dia 19 de março são permitidas apenas atividades essenciais.

Gastronomia
Bares e restaurantes deverão permanecer fechados, funcionando apenas com delivery e retirada no local.

Cultura
Museus, cinemas, teatros e casas de shows não devem funcionar.

Parques
Todos os parques da cidade permanecerão fechados.