X

Brasil

Ex-policial militar atira na mulher após suposta traição: 'Defendi minha honra'

Após ferir a companheira, segundo a Polícia Civil, o PM reformado fugiu. Ele se entregou à Corregedoria da corporação por volta das 15h30.

Folhapress

Publicado em 22/09/2018 às 17:37

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Um policial militar reformado de 55 anos confessou ter atirado na boca de sua mulher, uma estudante de 26 anos, após ambos discutirem na casa deles, nesta sexta-feira (21), por volta das 14h, em Perdizes (zona oeste de SP).

A vítima foi encaminhada em estado grave para o Hospital das Clínicas, na região central de São Paulo, onde seria submetida a uma cirurgia.

Segundo o próprio subtenente Antônio Ferreira de Carvalho contou à reportagem, ele "descobriu" na quinta-feira que sua mulher "havia o traído com um garçom" no Espírito Santo.

"Quando perguntei se ela havia me traído, ela negou. Aí partiu para cima de mim e atirei. Defendi a minha honra", afirmou o acusado, que aparentava estar embriagado, nesta sexta, na delegacia. De acordo com a polícia, ele usou revólver calibre 38 para atirar uma vez na vítima.

Após ferir a companheira, segundo a Polícia Civil, o PM reformado fugiu. Ele se entregou à Corregedoria da corporação por volta das 15h30.

No dia 17, de acordo com a polícia, a mulher de Carvalho registrou um boletim de ocorrência de lesão corporal contra ele.

Eles estão juntos havia 11 meses. O suspeito foi indiciado em flagrante por tentativa de feminicídio e seria encaminhado ao presídio da Polícia Militar, Romão Gomes, no Tremembé (zona norte).

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Nacional

Carla Zambelli e Delgatti são indiciados pela PF por invasão ao site do CNJ

Eles podem responder pelos crimes de invasão de dispositivo informático e falsidade ideológica

Nacional

PIB no Brasil fecha com alta de 2,9% em 2023

Analistas consultados pela agência Bloomberg, na mediana, projetavam alta de 3% para o período de 12 meses

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter