Empresários não poderão comprar vacina para funcionários, decide governo

Governo federal negou a possibilidade de empresas comprarem vacinas para a imunização de funcionários contra a Covid-19

Comentar
Compartilhar
14 JAN 2021Por Gazeta de S. Paulo16h07
Associação Brasileira das Clínicas de Vacinas (ABCVAC) negocia com o laboratório indiano a compra de 5 milhões de doses de uma vacina contra o coronavírusFoto: Freepik

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf afirmou nesta quinta-feira (14) que o governo federal negou a possibilidade de empresas comprarem vacinas para a imunização de funcionários contra a Covid-19.

Em entrevista à rádio “CBN”, Skaf disse que governo informou que a campanha de vacinação será centralizada pelo Ministério da Saúde.

A reunião foi realizada virtualmente e teve a participação do ministro-chefe da Casa Civil, Braga Netto, o ministro das Comunicações, Fábio Faria, e o secretário-executivo do Ministério da Saúde, Élcio Franco, além de representantes do setor privado.

No domingo, a Associação Brasileira das Clínicas de Vacinas (ABCVAC), entidade que representa as clínicas de vacinação particulares, informou que negocia com o laboratório indiano Bharat Biotech a compra de 5 milhões de doses de uma vacina contra o coronavírus. Segundo o presidente da ABCVAC, Geraldo Barbosa, a rede privada quer colaborar com a vacinação no País.