Em ação de combate a desvios, Elektro recupera energia que abasteceria 60 mil clientes

Para alcançar esse resultado positivo, são realizadas ações como inspeções e regularização de clientes, com o uso de soluções inovadoras, como analytics e sensores inteligentes

Comentar
Compartilhar
13 MAI 2021Por Da Reportagem10h30
Uma das iniciativas de modernização que contribuem no combate aos desvios é a blindagem de redes, em que a concessionária promove a implantação de novos padrões de rede e a substituição de equipamentos, como cabos e medidoresUma das iniciativas de modernização que contribuem no combate aos desvios é a blindagem de redes, em que a concessionária promove a implantação de novos padrões de rede e a substituição de equipamentos, como cabos e medidoresFoto: Divulgação / Elektro

Ações de prevenção e combate a desvios de energia realizadas pela Elektro levaram à recuperação de cerca de 16 GWh de janeiro a março de 2021. Essa energia é suficiente para abastecer cerca de 60 mil clientes residenciais por um mês. Para alcançar esse resultado positivo, são realizadas ações como inspeções e regularização de clientes, com o uso de soluções inovadoras, como analytics e sensores inteligentes. Só primeiro trimestre, foram realizadas 11 mil inspeções. A empresa substituiu 17 mil medidores obsoletos, ou com possíveis defeitos, uma das estratégias para prevenir desvios de energia.

"A tecnologia nos permite agir de forma estratégica e assertiva, combatendo desvios com mais eficiência, seja com foco em consumidores residenciais e empresariais. Além de permitirem a recuperação de energia, essas ações permitem que as pessoas tenham acesso aos serviços de forma regular e segura", afirma o gerente da Elektro Robinson Delsin.

Uma das iniciativas de modernização que contribuem no combate aos desvios é a blindagem de redes, em que a concessionária promove a implantação de novos padrões de rede e a substituição de equipamentos, como cabos e medidores. Uma das principais mudanças é a troca dos medidores, que deixam de ser instalados na fachada ou dentro dos imóveis e passam a integrar um Sistema de Medição Centralizado (SMC), ficando conectados aos postes das distribuidoras, permitindo a telemedição. Com isso, os equipamentos podem ser acompanhados remotamente para executar serviços e identificar interferências na medição.

Outra ação realizada pela distribuidora é a regularização de clientes clandestinos, ou seja, a instalação de medidores de energia para consumidores que ainda não têm o equipamento e, portanto, estão irregulares. A solicitação pode ser feita à concessionária e a ligação ocorre de forma gratuita. Entre janeiro e março de 2021, a Elektro regularizou 3 mil clientes.

PARCERIA.
A Elektro conseguiu executar sete ações com apoio policial nos municípios de Mogi Guaçu, Estive Gerbi, Arujá, Santa Isabel, Bom Jesus dos Perdões, Ribeira e Leme. Ao todo, 10 pessoas foram presas em flagrante. A tecnologia também é uma aliada para definir as localidades onde serão realizadas essas operações. A companhia possui sensores inteligentes instalados em locais estratégicos, considerando estudos de alta complexidade, que permitem acompanhar o balanço energético da rede. Os equipamentos possibilitam a identificação de perdas, para subsidiar o trabalho.

DENÚNCIA.
Os desvios de energia prejudicam todos os clientes, já que promovem modificações inapropriadas na rede, trazendo riscos à vida, e parte do valor da energia furtada acaba sendo pago entre todos os consumidores. Por isso, a Elektro reforça a importância de denunciar fraudes. As denúncias são feitas de forma anônima pelas Centrais de Relacionamento ou direto nos sites das distribuidoras, na parte de Canais de Atendimento > Denúncia de Irregularidade.